. a cura: Novembro 2014

ache aqui

reabilitação,quimica,engravida,criança,emagrecer,obsidade

---------------------------------- ----------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Chá de hibisco (combate a gordura da barriga e quadris)


Chá de hibisco: a bebida que combate a gordura da barriga e quadris

Ele ainda controla os níveis de colesterol, pressão arterial e tem ação diurética

 

O chá de hibisco é preparado com o cálice do botão seco da flor chamada Hibiscus Sabdariffa, que não é aquela espécie de hibisco normalmente encontrada nos jardins. Devido a esta planta, a bebida é rica em substâncias antioxidantes como flavonoides e ácidos orgânicos. Estes nutrientes proporcionam diversos efeitos benéficos, entre eles, a ação diurética, impedindo a retenção de líquidos, e a capacidade de evitar o acúmulo de gorduras, principalmente na região da barriga e quadris. 
Este último ocorre porque o chá reduz a adipogênese, processo no qual ocorre a maturação de células pré-adipócitas que se convertem em adipócitos maduros, capazes de acumular gordura no corpo. 
Outros estudos apontam que alguns flavonoides presentes na bebida possuem um efeito cardioprotetor e vasodilatador. Assim, as substâncias ajudam a aumentar o colesterol bom, HDL, diminuir o colesterol ruim, LDL, triglicerídeos e a pressão arterial. 

Principais nutrientes do chá de hibisco

Chá de hibisco - 200 ml - um copo
Calorias74 kcal
Proteínas0,86 g
Gorduras totais 1,3 g
Carboidratos 14,82 g
Fibras 0,6 g
Açúcar total 12 g
Ferro 17,28 mg
Magnésio 2 mg
Fósforo6 mg
Potássio 18 mg
Sódio 6 mg
Vitamina C36,8 mg
Tiamina - Vitamina B12,55 mg
Riboflavina - Vitamina B20,198 mg
Ácido fólico2 mcg
Vitamina A 30 mcg
Cálcio 2 mg
Fonte: Tabela do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.                 
Confira qual a porcentagem do Valor Diário* de alguns nutrientes que a porção recomendada, 200 ml (um copo), deste chá carrega: 
  • 213% de vitamina B1
  • 123% de ferro
  • 82% de vitamina C
  • 15% da vitamina B2
  • 5% de vitamina A
*Valores Diários de referência para adultos com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kj. Seu valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. 

Avaliação de peso

Sua meta de peso é saudável?
O cálice da flor utilizado para elaborar o chá de hibisco é rico em vitamina B2 (riboflavina), que auxilia na saúde da pele, ossos e cabelos, e a vitamina B1 (tiamina). Todas vitaminas pertencentes ao complexo B ajudam o nosso corpo na captação de energia nas células, principalmente ao auxiliar no metabolismo do oxigênio e da glicose, as principais fontes de combustível celular. A B1, ainda por cima, tem essa ação principalmente nos neurônios, células que formam nosso cérebro.  

O chá ainda possui boas quantidades de ferro, que atua no transporte de oxigênio no organismo e previne problemas como anemia, dor de cabeça e cansaço. A Vitamina A, que conta com um efeito antioxidante e é necessária para a visão, sistema imunológico, pele e saúde óssea, e a vitamina C, que protege o organismo contra a baixa imunidade, doenças cardiovasculares, doenças dos olhos e até envelhecimento da pele, também estão presentes na bebida.  
A bebida conta com diversas substâncias antioxidantes, como os flavonoides, especialmente as antocianinas, que possuem efeito cardioprotetor, vasodilatador e contribuem para evitar o acúmulo de gorduras. 
Outro flavonoide interessante é a quercetina que ajuda a proporcionar uma ação diurética. Os ácidos orgânicos, como os ácidos cítricos, hibístico e málico, também possuem ação antioxidante e estão presentes em boas quantidades no chá de hibisco. 

Benefícios do chá de hibisco

Chá de hibisco tem ação diurética - Foto: Getty Images
Chá de hibisco tem ação diurética
Evita o acúmulo de gordura: Uma pesquisa publicada no Journal of Ethnopharmacology da Sociedade Internacional de Etnofarmacologia concluiu que o chá de hibisco é capaz de reduzir a adipogênese. Este processo consiste na maturação celular no qual as células pré-adipócitas se convertem em adipócitos maduros capazes de acumular gordura no corpo. 

Ao diminuir este processo, o chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada na região do abdômen e nos quadris. Ainda não está claro qual é a substância presente na bebida que é responsável pelo benefício. Porém, acredita-se que a ação antioxidantes dos flavonoides antocianina e quercetina contribuem para reduzir o depósito de gordura.

Ação diurética: O chá de hibisco tem efeito diurético, por isso é um aliado para evitar a retenção de líquidos. Um estudo publicado no Journal of Ethnopharmacology da Sociedade Internacional de Etnofarmacologia observou que o flavonoide quercetina presente na bebida é um dos nutrientes que ajuda a proporcionar esta ação. 

Outra pesquisa publicada pela Planta Medica, da Society for Medicinal Plant and Natural Product Research, concluiu que o chá age na aldosterona, hormônio secretado pelas suprarrenais que regulam o balanço eletrolítico do organismo favorecendo a ação diurética. Ainda não foram identificados quais os nutrientes que proporcionam o benefício. 

Controla o colesterol: Um estudo publicado no Journal of Alternative and Complementary Medicine feito com 53 pacientes portadores de diabetes concluiu que o consumo do chá de hibisco contribui para a diminuição do colesterol ruim, LDL, e aumento do colesterol bom, HDL. A bebida diminuiu o colesterol LDL em 8% e aumentou o HDL em 16,7%. 

O mesmo estudo comparou o chá de hibisco com o chá preto e observou que o primeiro é mais eficiente para o combate do colesterol do que o segundo. Isto porque o preto apenas aumentou o HDL, mas diminuiu o LDL. O chá de hibisco é tão interessante para pessoas que possuem problemas com os níveis de colesterol por ser rica em substâncias com ação antioxidante.  

Controla a pressão arterial: Um estudo publicado no Journal of Nutrition concluiu que o chá de hibisco ajuda a baixar a pressão arterial. A pesquisa contou com 65 pacientes que tiveram os níveis de pressão arterial reduzidos. Os estudiosos acreditam que alguns flavonoides presentes na bebida proporcionariam este benefício ao diminuir uma enzima que atua sobre a pressão arterial. 

Bom para o cérebro: O chá de hibisco conta com boas quantidades de vitaminas B1 e B2. Todas as vitaminas pertencentes ao complexo B ajudam o nosso corpo na captação de energia nas células, principalmente ao auxiliar no metabolismo do oxigênio e da glicose, as principais fontes de combustível celular. A B1, ainda por cima, tem essa ação principalmente nos neurônios, células que formam nosso cérebro. 

Quantidade recomendada do chá de hibisco

Chá de hibisco controla o colesterol - Foto: Getty Images
Chá de hibisco controla o colesterol
A orientação é consumir um copo de 200 ml de chá de hibisco. Para cada copo deve ser utilizado de 4 a 6 gramas da flor seca, equivalente a uma colher de chá, ou dois a três pacotinhos de chá.  

Como consumir o chá de hibisco

Caso utilize a flor a granel, procure aquecê-la o mínimo possível para não perder as propriedades. Separe 200 ml de água, deixe ferver e após isso adicione de 4 a 6 gramas, equivalente a uma colher de chá, da flor seca. Mantenha a bebida por três minutos no fogo e após isso ela pode ser consumida.

Compare o chá de hibisco com outros chás

Nutrientes Chá de hibisco - 200 ml - um copoChá-preto - 450 mlChá mate - 1 litro
Calorias74 kcal1 kcal30 kcal
Proteínas0,86 g 0 g 0 g
Gorduras totais 1,3 g0 g 1 g
Carboidratos14,82 g0.3 g 6 g
Fibras0,6 g0 g 0 g
Cálcio2 mg 0 mg 10 mg
Ferro 17,28 mg 0.01 mg 0 mg
Magnésio 2 mg1 mg 20 mg
Fósforo 6 mg1 mg 0 mg
Potássio18 mg21 mg 50 mg
Sódio6 mg 0 mg0 mg
Vitamina C36,8 mg 0 mg0 mg
Tiamina - Vitamina B12,55 mg 0 mg8,9 mg
Riboflavina - Vitamina B20,198 mg 0.014 mg 0 mg
Ácido fólico2 mcg 5 mcg0 mcg
Vitamina A30 mcg 0 mcg0 mcg
Fonte: Tabela do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos e Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos / Taco - versão 2, UNICAMP 
O chá de hibisco possui quantidades do flavonoide antocianina, um poderoso antioxidante, tão relevantes quanto as frutas vermelhas e roxas, como a amora, morango e mirtilo (blue berry). Comparado com outros chás, o de hibisco é rico em vitaminas A e C e em ferro, enquanto o preto e o mate não possuem estes nutrientes. 

Combinando o chá de hibisco

Chá de hibisco + alimentos termogênicos: Pessoas que pretendem emagrecer podem combinar o chá de hibisco com um alimento termogênico. Isto porque o primeiro irá evitar que a gordura se acumule na região do abdômen e quadris enquanto o segundo será capaz de aumentar o gasto energético. Uma boa opção de bebida termogênica é o chá verde. 

Contraindicações

É interessante que gestantes e lactantes evitem o chá de hibisco. Isto porque alguns estudos preliminares apontaram que a bebida possui ação mutagênica, ou seja pode interferir na estrutura dos genes do bebê, trazendo problemas. 

Riscos do consumo excessivo

Por ter ação diurética, o consumo em excesso do chá de hibisco pode fazer com que a pessoa elimine muito eletrólitos, nutrientes essenciais para o funcionamento do organismo composto principalmente por cálcio, potássio, sódio e magnésio. A falta destas substâncias pode levar à desidratação. 

 O extrato seco da flor de hibisco pode ser encontrada em lojas de produtos naturais.           

Fontes consultadas:
Andrea Dario Frias, doutora em ciência da nutrição e Ph.D em nutrição, coordenadora do centro de pesquisas Sanavita. Alexandros Botsaris, clínico geral e fitoterapeuta, presidente do Conselho Diretor da Associação Brasileira de Fitoterapia. Maria Angélica Fiut, nutricionista e fitoterapeuta, membro do Conselho Diretor da Associação Brasileira de Fitoterapia (ABFIT). 

alimentos que aumentam a sua energia.


alimentos que aumentam a sua energia.


>> 1. Ovos
A gema do ovo é naturalmente rica em vitaminas do complexo B, que são responsáveis por converter os alimentos em energia e elas também têm vitamina D para manter os ossos fortes.
Além disso, elas são uma das melhores fontes de proteínas, que é essencial depois de uma sessão de treinamento intenso, quando a degradação muscular ocorre maior.
Dica de energia: Para cortar na gordura saturada e calorias em excesso, coma de 2 a 3 ovos, no café da manha.

>> 2. Café
Quando você precisa de um rápido energético, um pouco de cafeína pode ajudar muito. Ela é eficaz para melhorar o desempenho do exercício, uma xícara de café pode servir como a perfeita bebida de um prétreino.
A adição de leite desnatado não só oferece uma abundância de cálcio e vitamina D para os ossos mais fortes, mas também fornece carboidratos como combustível.
Dica de energia: Uma pequena quantidade de cafeína é apenas o necessário para ter os benefícios.

>> 3. Soja
A soja é rica em nutrientes energizantes, particularmente vitaminas do complexo B, cobre e fósforo. Vitaminas do complexo B trabalham para quebrar os hidratos de carbono que consumimos em glicose como combustível. Ao mesmo tempo, elas ajudam no transporte de oxigénio em todo o corpo.
Tanto o cobre quanto o fósforo estão envolvidos na conversão de alimentos ingeridos em energia e liberando em células de modo que fique disponível a utilização pelo organismo. Ele também oferece resistência no exercício, assim como carboidratos, fibras e proteínas para os músculos.
Apenas uma xícara de grão de soja tem mais de 8g de fibra e 17g de proteína.
Dica de energia: Para ajudar na recuperação, lanche um punhado de soja após uma sessão de treinamento de resistência. Você também pode adicionar um toque de sal para repor os eletrólitos perdidos.

>> 4. Cereais Integrais
Cereais Integrais ricos em fibras diminuem a liberação de glicose para a corrente sanguínea, que em última caso se traduz em níveis de energia mais consistentes ao longo do dia.
Aumenta a glicose no sangue, que ocorre após a ingestão de carboidratos refinados como doces, e provoca picos de açúcar no sangue, e excesso de produção de insulina no pâncreas.
A insulina é responsável por obter a glicose para fora do sangue e nas células.
Dica de energia: Alguns cereais fortificados são carregados com quase todas as vitaminas e minerais importantes. Compre um cereal que tenha, pelo menos 5 g de fibras ou mais por dose. Despeje sobre ele um copo de leite desnatado ou Iogurte grego para proteína extra.
>> 5.Nozes
Nozes e frutas secas são a combinação ideal de gorduras saudáveis, fibras e proteínas. Enquanto carboidratos refinados são nulos de fibra, a fibra ajuda a desacelerar a liberação de glicose para que haja sempre um fornecimento estável.
Semelhante a fibra, a proteína também diminui o metabolismo de carboidratos e repara os danos do músculo para evitar a dor pós-treino. Gorduras, como nozes, sementes e óleoginosas são ótimas para o fornecimento de energia de longa duração especialmente para corridas mais longas ou nada mais de uma hora.
Os carboidratos são o primeiro macronutriente a se consumir durante a atividade, eles podem se tornar facilmente esgotados e o corpo depende de energia a partir de gordura.
Dica de energia: Para evitar o excesso de açúcar e óleos, seja criativo e faça o seu! Combine todas as suas castanhas favoritas, como pistache, amêndoas, amendoins com sementes, além de frutas secas. Adicione alguns cereais de grão inteiro para ter mais nutrientes ainda.

>> 6. Água
Um dos ponto mais importantes dos níveis de energia é o estado de hidratação. A desidratação vem mais rápido que a fome. A água é responsável pelo transporte de todos os nutrientes no sangue que usamos para a energia, bem como se livrar de resíduos que levam à fadiga.
Sem água suficiente, não se pode metabolizar os alimentos que ingerimos como combustível e finalmente, deixam de funcionar corretamente. Sempre beba muita água durante todo o dia, especialmente antes e durante os treinos.

>> 7. Guaraná
O guaraná é uma pequena fruta vermelha usada em suplementos e bebidas para aumentar a energia e aumentar o vigor e a resistência física.
Os benefícios da energia impulsionado com Guaraná vêm de suas sementes, que são a mais rica fonte natural de cafeína, contendo cerca de 2,5 vezes a quantidade de cafeína encontrada no café.
Eles também contêm teofilina e teobromina, que contraria o efeito mais estimulante da cafeína e torna-o ideal para uso a longo prazo para aumentar a energia.
Dica de energia: Visite a sua loja local de alimentos de saúde e peça um guaraná natural sem adição de açúcar.

>> 8. Quinoa
Quinoa é um grão livre de glúten que contém mais proteína do que qualquer outro grão ou arroz. O grão é tão rico em aminoácidos, que é considerado uma fonte completa de proteínas, rica em lisina, metionina e cisteína, ideal para as refeições pós-treino para ajudar a construir músculos.
Ele também é rico em ácido fólico, magnésio, fósforo e manganês, tornando-se uma fonte de nutrientes repleto de carboidratos para níveis de energia de longa duração.
Dica de energia: Quinoa é um ótimo substituto para o trigo ou carboidratos refinados, ela pode ajudar a sustentar um sistema cardiovascular saudável, níveis de pressão arterial e saúde intestinal.
Basta mudar um grão, como o pão, arroz ou macarrão, por quinoa e sentir os níveis de energia subir.

>> 9. Sementes de aboboras
Um punhado de sementes secas de abóbora assadas pode lhe dar uma sacudida natural para um bom treino. As sementes de abóbora são uma boa fonte de proteínas, gorduras saudáveis e fibras.
Elas também contêm manganês, magnésio, fósforo e zinco, que fornecem apoio adicional de energia para maximizar o tempo de exercícios.
Dica de energia: Se você não quiser manter as sementes de abóbora, uma outra maneira de obter esses benefícios é um suplemento que contém óleo de semente de abóbora.

>> 10. Goji
Energia nas frutas se resume em goji. Ele têm sido usado por milhares de anos na medicina chinesa para ajudar a aumentar a energia e melhorar a liberação de hormônios.
Goji aumenta a capacidade do organismo de lidar com o estresse e ajuda no humor saudável, mente e memória, te dando energia necessária para obter um ótimo treino.
Goji também é benéfico por aumentar o fluxo sanguíneo, o que ajuda a oxigenar todas as células e tecidos do corpo, incluindo os órgãos sexuais, o que aumenta a libido, é por isso que eles chamam de goji o "Viagra da China."
Dica de energia: Obtenha goji na forma líquida, são mais facilmente assimilados pelo corpo, você teria que comer centenas de vezes frutas secas de goji berries para obter os mesmos benefícios.


Cardápio para ter mais Energia no Dia A Dia


Café da Manhã
  • Opção 1: 01 copo de suco de laranja,02 fatias de pão de forma integral, 01 fatia de queijo branco
  • Opção 2: 01 copo de leite desnatado,02 fatias de pão de forma integral,01 fatia de peito de peru
  • Opção 3: 1/2 mamão papaia, 01 copo de iogurte light,02 col sopa de granola
  • Opção 4: 01 xícara de leite desnatado, 1 col sopa de granola e canela em pó,01 unid de banana

Lanche da manhã
  • Opção 1: 01 copo de suco de goiaba
  • Opção 2: 01 banana
  • Opção 3: 02 ameixas vermelhas
  • Opção 4: 01 barra de cereal de chocolate

Almoço
  • Opção 1: 01 pires de alface americana, 02 col sopa de quinoa, 02 col servir de frango desfiado
  • Opção 2: 01 prato de sobremesa de salada de rúcula e tomate cereja,02 col sopa de abóbora madura,01 col servir de carne moída,02 col sopa de arroz integral,01 concha de feijão
  • Opção 3: 1 pires de salada de alface e repolho, 02 col sopa couve-flor cozida, 01 filé de frango grelhado, 02 batatas assadas
  • Opção 4: 01 prato de sobremesa de salada de rúcula e manga,01 panqueca de ricota,02 col sopa de couve-flor refogada

Café da Tarde
  • Opção 1: 01 fatia de melancia
  • Opção 2: 01 taça de gelatina
  • Opção 3: 02 damascos secos
  • Opção 4: 03 Castanhas do Pará

Jantar
  • Opção 1: 02 pegadores de macarrão integral,02 col sopa de atum em lata
  • Opção 2: 01 prato de sobremesa de salada de alface, brócolis e abobrinha,01 filé de peixe grelhado,02 col sopa de arroz integral
  • Opção 3: 02 fatias de pão integral, ½ lata de atum em conserva,1/2 cenoura ralada,02 col sopa de milho verde, 02 col sopa de ervilha
  • Opção 4: 02 pegadores de macarrão integral,01 lata de atum, salada verde à vontade

Ceia
  • Opção 1: 01 taça de salada de frutas
  • Opção 2: 01 copo desnatado batido com 01 fatia de mamão
  • Opção 3: 01 copo de leite desnatado, 01 col sopa de achocolatado
  • Opção 4: 01 taça de gelatina

Jump para Emagrecer


Jun

Jump para Emagrecer - Veja os beneficios do Jump - Aula Aero Jump

jump emagrece
Você com certeza você já ouviu falar em Jump, principalmente se você freqüenta academias, mais você sabe quais os reais benéficos do Jump pode trazer para seu dia a dia, você sabia que este exercício pode ser facilmente utilizado para melhorar a sua saúde e a qualidade de sua vida. Com certeza você vai ficar facilmente feliz com os resultados.
Por ser um exercício que atua contra a gravidade, seus efeitos tornam-se mais intensos, fato que agrada quem busca uma atividade de alto rendimento, sem falar que pode ser utilizado facilmente por quem quer perder peso de forma saudável e gradual.
Não deixe de conferir no final do atigo uma Video Aula.

Aula de Jump – Assista ao vídeo Abaixo

 

Jump para Emagrecer

Fica a dica

Uma pesquisa feita por uma universidade americana em 2010 apontou que a amplitude de movimentos no trampolim supera a corrida ou caminhada, resultando em um consumo energético quase 70% maior.

Quantas Calorias Você Perde Em Cada Aula Jump

Cada aula de Jump com duração de 50 minutos pode queimar em média 800 calorias.


Jump Emagrece

Uma das maneiras mais importantes que o Jump pode ser utilizado é como um meio de conseguir a perda de peso. Comece a partir de hoje em incluir 3 aulas de Jump para emagrecer semanais em sua Dieta, os resultados serão surpreendentes.


O aumento da aptidão cardiovascular

Outra grande vantagem de fazer aulas de Jump é que durante o exercício aumenta-se e muito a aptidão cardiovascular. Seu sistema cardiovascular envolve o seu coração e as artérias e veias que levam sangue e oxigênio para e do coração e do resto do corpo fazendo com que seu coração funcione melhor, com isso você terá não só uma maior capacidade para executar suas tarefas diárias, mas você vai se tornar menos ofegante durante o exercício também.


Ganho de Massa muscular e definição dos músculos mais rapidamente

Finalmente, o Jump é uma ótima maneira para melhorar a definição muscular nas pernas e parte inferior do corpo. Após o primeiro dia em uma aula de Jump, você pode ter alguma dor em suas pernas, com o tempo os músculos vão ser mais forte, maiores e muito mais definidos.

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

PICÃO A PLANTA MILAGROSA


<object width="420" height="315"><param name="movie" value="//www.youtube.com/v/kMWUsrsMcY0?hl=pt_BR&amp;version=3"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="//www.youtube.com/v/kMWUsrsMcY0?hl=pt_BR&amp;version=3" type="application/x-shockwave-flash" width="420" height="315" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true"></embed></object>

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Dieta da Sopa de Repolho


Esse artigo explica como funciona a dieta da sopa e sua receita
A dieta da sopa se baseia num cardápio semanal onde o principal alimento é uma sopa a base de repolho, que pode ser consumida à vontade. Alguns seguidores dessa dieta afirmam que conseguem perder 4kg por semana, porém especialistas em nutrição que examinaram a dieta dizem não ser possível obter tais resultados e também afirmam que o cardápio semanal é excessivamente rica em sódio e pobre em proteínas.

Receita da Sopa de Repolho

Existem inúmeras variações na receita da sopa para essa dieta, abaixo, uma das versões mais comuns:
Ingredientes:
  • 1 repolho inteiro, cortado ou picado
  • 2 cebolas grandes
  • 2 latas de tomate em lata, sem pele, picados
  • 2 pimentões
  • 4 ramos de salsão
  • 1-2 pacotes de sopa de cebola em pó
  • qualquer tipo de ervas a gosto (cheiro verde, manjericão, etc..)
  • 6 cenouras
  • 250 gramas de ervilha torta
Modo de Preparo:
Coloque todos as hortaliças em uma panela grande e cubra com água. Deixe ferver e coloque os pacotes de sopa de cebola e cozinhe por uns 10 minutos. Reduza o fogo, deixe cozinhar até todos as hortaliças estiverem cozidos e junte as ervas.

Cardápio Semanal

Em todos os dias, tome o quanto de sopa quiser, e o quanto de líquidos não calóricos quiser, e em cada dia da semana, pode comer os seguintes alimentos:
Segunda:
Apenas frutas, qualquer fruta menos banana
Terça:
Apenas hortaliças, incluindo batata
Quarta:
Apenas fruta ou hortaliça, menos banana ou batata
Quinta:
Até 8 bananas e 8 copos de leite
Sexta:
Carnes, frango, peixe até 400 gramas. Pode também comer até 6 tomates e beber até 8 copos de água. Pelo menos um prato da sopa.
Sábado:
Carnes, frango, peixe e hortaliças. Pelo menos um prato da sopa.
Domingo:
Arroz integral, hortaliças e suco de fruta sem açúcar

A Dieta do Leite


Um estudo recente feito por pesquisadores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro revelou que o cálcio inibe a produção de um hormônio que seria um dos responsáveis pelo acúmulo de gordura no abdômen. No estudo, pacientes obesos foram divididos em dois grupos. Um dos grupos seguiu uma dieta com pouco cálcio enquanto o outro grupo seguiu uma dieta bem rica em cálcio. Nos pacientes do grupo da dieta rica em cálcio foi observado uma perda de gordura abdominal mais significativa.
Os nutricionistas responsáveis pelo estudo recomendam o consumo diário de 1.000mg a 1.200mg de cálcio. Um copo de leite(200ml) tem cerca de 270mg de cálcio. Uma fatia de queijo ou um pote de iogurte também contêm aproximadamente 270mg de cálcio.
Uma reportagem sobre esse estudo foi exibido em rede nacional no Jornal Hoje, da Rede Globo. Pouco tempo depois, uma versão de Dieta do Leite começou a ganhar popularidade e se espalhar pela internet. Essa dieta promete fazer a pessoa emagrecer 7kgs em 8 dias.

Como funciona a Dieta do Leite

A versão da Dieta do Leite que tem duração de 8 dias segue um cardápio específico como mostrado na tabela abaixo. A expectativa é que, após os 8 dias, a pessoa emagreça 7kgs.
Cardápio da Dieta do Leite
Dia Cardápio
1º dia 6 copos de leite
2º dia 4 copos de leite e frutas à sua escolha
3º dia 2 copos de leite, frutas e queijo à vontade
4º dia 4 copos de leite, uma fruta e um bife grelhado
5º dia 2 copos de leite, duas frutas, um ovo cozido, um bife grelhado
6º dia 2 copos de leite, duas frutas, um ovo cozido, um bife grelhado e queijo à vontade
7º dia 3 copos de leite e 3 frutas
8º dia 2 copos de leite, uma frua, um bife grelhado, queijo à vontade

A Dieta do Leite funciona mesmo?

Assim como qualquer dieta baseada em um cardápio altamente restritivo, a perda de peso é esperada. Mas é difícil concluir se a perda de peso foi consequência do cardápio restrito ou do consumo de leite e derivados. E como toda dieta restritiva e de choque, a chance de voltar a ganhar tudo o que se emagreceu de volta é grande.
No estudo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro a dieta aplicada foi diferente. O grupo cuja alimentação era rica em cálcio consumia 3 copos de leite desnatado por dia mais almoço e jantar. As refeições eram compostas por proteína(carne, frango ou peixe) acompanhada de arroz e feijão ocupando a metade do prato, enquanto a outra metade era composta por folhas e legumes de cor verde escuro que são os mais ricos em cálcio como: o agrião, espinafre e o brócolis.

Dieta sem Glúten


Nos últimos anos a Dieta sem Glúten vem ganhando um número cada vez maior de adeptos entre a população em geral. Nos Estados Unidos, entre 2004 e 2011, o crescimento do mercado de produtos sem glúten cresceu com uma taxa anual de 28%.
Apesar disso, não existe nenhum estudo comprovando que de fato, alimentos sem glúten são mais saudáveis. Ao contrário, alguns estudos sugerem que o glúten pode ser mais benéfico do que prejudicial para pessoas saudáveis. Não o glúten em si mas sim os alimentos que contém glúten, geralmente feitos de trigo, centeio e cevada.
A Dieta sem Glúten só é recomendada para pessoas que apresentam intolerância ao glúten, como aquelas portadoras da doença celíaca, os chamados celíacos, ou para aqueles que têm sensibilidade(alergia) ao glúten. A alergia ao glúten é uma condição diferente da doença celíaca. Acredita-se que de 1% a 2% da população mundial sejam celíacos, sendo que metade não apresenta sintomas graves relacionado ao consumo de alimentos com glúten.

O que é o glúten?

O glúten é um tipo de proteína encontrado em alimentos processados a partir do trigo e grãos similares como a cevada e o centeio. O único tratamento para as pessoas que possuem alergia ao glúten é eliminá-lo da dieta.

Alimentos que contém glúten

Dieta sem Glúten - ilustração sanduíche
Dieta sem Glúten - a dificuldade é encontrar substitutos para alimentos como pães.
Esse ano a lei que tornou obrigatória a identificação dos alimentos que contém glúten nos rótulos completou 10 anos no Brasil. Dessa maneira, hoje em dia é bem mais fácil estabelecer uma dieta livre de glúten, basta observar o rótulo para saber se o produto contém glúten.
Em geral, os alimentos feitos a partir de trigo, centeio e cevada, assim como o malte obtido a partir desses grãos, constituem a grande maioria da lista de alimentos que contém glúten. O Triticale é outro grão que se vem sendo bastante utilizado hoje em dia e que também contém glúten. As bebidas feitas a partir desses grãos como cerveja e uísque também contém glúten.
É importante também levar em conta que alguns alimentos processados a partir de grãos sem glúten podem apresentar pequenas quantidades da substância por serem processados no mesmo local que produtos com glúten.

Alimentos que podem substituir pães e massas com glúten

A maior dificuldade entre os seguidores de uma dieta sem glúten é encontrar alimentos que podem substituir de maneira satisfatória aqueles que contém glúten, principalmente os pães e massas. O arroz pode ser um bom substituto para as massas e pães nas refeições. Confira a seguir algumas farinhas sem glúten que podem ser utilizadas sozinhas ou em combinação entre si em preparados como substitutos para a farinha de trigo, cevada e centeio:
  • Amido de Milho
  • Farinha de Alfarroba
  • Farinha de Amaranto
  • Farinha de Amendoim e de outros Frutos Secos
  • Farinha de Araruta
  • Farinha de Arroz Branco
  • Farinha de Arroz Integral
  • Farinha de Banana Verde
  • Farinha de Batata
  • Farinha de Grão de bico
  • Farinha de Lentilha
  • Farinha de Milho
  • Farinha de Painço
  • Farinha de Quinoa
  • Farinha de Soja
  • Farinha de Sorgo
  • Farinha de Teff
  • Farinha de Trigo Sarraceno
  • Farinha de Tapioca
  • Fécula de Batata
  • Fubá
  • Polvilho
Dica: Veja as calorias presentes em diversos tipos de grãos

A Dieta sem Glúten ajuda a emagrecer?

Certamente o aumento da popularidade da Dieta sem Glúten não se deve a um aumento repentino no número de pessoas diagnosticadas com a doença celíaca ou com sensibilidade a essa proteína. A Dieta sem Glúten virou moda principalmente após várias celebridades virem a público endossando esse novo hábito alimentar. Além de emagrecer, a Dieta sem Glúten também é apontada como auxiliar na redução do inchaço abdominal.
Relatos indicam que é possível obter resultados significativos na balança já a partir de 45 dias de uma dieta sem glúten. A redução no inchaço abdominal é notada mais rapidamente, começa a se tornar visível após 2 semanas. Porém, não há estudos que comprovem que a perda de peso e a redução do inchaço se devem à eliminação do glúten na dieta. É possível que a redução de peso seja consequência da adoção de uma dieta mais equilibrada e saudável e não especificamente do consumo de alimentos sem glúten.

O lado negativo

Deixar de ingerir glúten pode ser a única solução para os portadores da doença celíaca e com sensibilidade ao glúten. Porém, as pessoas que seguem uma dieta sem glúten podem apresentar deficiência de alguns nutrientes importantes para o funcionamento do organismo. Ao eliminar ou reduzir o consumo de produtos com glúten recomenda-se consultar um nutricionista especializado para verificar se o seu cardápio contempla a quantidade necessária de vitaminas e minerais como:
  • ferro
  • cálcio
  • fibras
  • ácido fólico
  • vitamina B1
  • vitamina B2
  • vitamina B3 (niacina)

Dieta Seca Barriga


A Dieta Seca Barriga, também conhecida como Dieta da Barriga Zero, como o próprio nome indica, é um programa de emagrecimento que promete fazer seus seguidores perderem vários centímetros na circunferência abdominal, ou seja, a indesejada barriguinha. Segundo as criadoras da dieta, além de secar a barriga, as pessoas que seguirem a dieta também podem emagrecer cerca de 7kgs em 32 dias.

Esse programa de dieta foi publicado em 2008, nos Estados Unidos, no livro "Flat Belly Diet!". O livro alcançou grande sucesso figurando por 12 semanas entre os mais vendidos em sua categoria na lista publicada pelo jornal The New York Times. No Brasil, o livro foi lançado com o título "Dieta da Barriga Zero" e pode ser encontrado nas melhores livrarias do país.

Como Funciona a Dieta Seca Barriga

A Dieta Seca Barriga se baseia no consumo de alimentos que contém ácido graxo monoinsaturado, ou AGMI. O AGMI é uma substância orgânica presente em diversos alimentos de fácil acesso como azeite de oliva, canola, açaí, abacate, frutas oleaginosas (amendoim, castanhas, etc.) e até em alimentos industrializados como o chocolate amargo.
De acordo com as criadoras da dieta, a nutricionista Cynthia Sass e a jornalista Liz Vaccariello, o AGMI promove saciedade prevenindo a alimentação em excesso, ajuda no controle do colesterol, além de oferecer outros benefícios.
A dieta tem duração de 32 dias. A primeira fase dura 4 dias e é a mais restritiva de todas. Na primeira fase o objetivo é diminuir o inchaço abdominal. Nessa fase um dos principais alimentos é um suco feito com pepino, gengibre e outros ingredientes que, segundo as criadoras da dieta, reduzem o inchaço abdominal. O resultado esperado após a primeira fase é emagrecer 3 quilos.
Após a fase inicial, a partir do 5º dia, inicia-se uma fase com refeições favorecendo alimentos que contém AGMIs. O programa de dieta indica um consumo diário de aproximadamente 1.600 calorias dividas igualmente em 4 refeições. O livro conta com receitas e cardápios para todos os dias do programa. Em geral, cada refeição é montada com alimentos ricos em AGMIs. As refeições lembram muito a abordagem da Dieta Mediterrânea.
A Dieta Seca Barriga não possui nenhum plano de exercícios físicos determinado mas o livro inclui algumas sugestões de exercícios que podem auxiliar os seguidores da dieta.

Tabela de Calorias em Hortaliças


Tabela de Calorias em Hortaliças

Estimativa de quantidade de calorias nas hortaliças consumidas no Brasil.
Hortaliça Quantidade Calorias (Kcal)
Abóbora 1 porção (100g) 40
Agrião 1 porção (100g) 28
Alface 2 folhas (20g) 4
Aspargo cozido 2 talos (20g) 4
Azeitona preta 1 unidade (3g) 4
Azeitona verde 1 unidade (4g) 5
Batata-doce assada 1 unidade (100g) 143
Batata-doce frita 1 unidade (100g) 383
Batata palha frita 1 porção (70g) 220
Berinjela 1 unidade (250g) 65
Beterraba 1 pequena (125g) 55
Brócolis 1 pires de chá (80g) 23
Cebola 1 unidade (70g) 32
Cebola cozida 1 unidade (100g) 54
Cenoura 1 unidade (100g) 45
Cenoura cozida 1 unidade (100g) 54
Couve-flor cozida 1 porção (100g) 41
Ervilha em conserva 1 colher de sopa (20g) 19
Escarola 2 folhas (20g) 7
Espinafre 1 pires de chá (100g) 38
Mandioca frita 1 pires de chá (100g) 352
Palmito cru 1 pires de chá (100g) 7
Palmito em conserva 1 unidade (100g) 22
Pepino cru com casca 1 unidade (150g) 21
Pepino cru sem casca 1 unidade (150g) 5
Repolho 1 porção (100g) 33
Repolho cozido 1 porção (100g) 4
Tomate cozido 1 unidade (100g) 18
Tomate maduro 1 unidade (100g) 20
Vagem cozida 1 porção (100g) 52

 

Tabela de Calorias em Carnes


Tabela de Calorias em Carnes

Estimativa de quantidade de calorias nos tipos de carnes mais consumidas no Brasil.
Carne Quantidade Calorias (Kcal)
Alcatra assada 2 fatias (150g) 301
Alcatra frita 2 fatias (100g) 235
Almôndega caseira de carne 1 unidade (30g) 61
Almôndega de frango 1 unidade (25g) 54
Almôndega de peru 1 unidade (25g) 46
Antecoxa de frango assada 2 unidades (100g) 109
Baby beef 1 unidade (100g) 120
Bacon fatiado 1 fatia (10g) 54
Bisteca de porco 1 unidade (100g) 337
Costeleta de porco 2 unidades (100g) 483
Coxa de frango 1 unidade (100g) 144
Coxa de frango assada c/pele 1 unidade (100g) 110
Coxa de frango assada s/pele 1 unidade (100g) 98
Coxa de frango cozida 1 unidade (100g) 120
Cupim 2 fatias (150g) 375
Fígado de boi frito 1 fatia (100g) 210
Fígado de galinha 1 colher de sopa (25g) 35
Filé de frango 2 filés (100g) 101
Filé mignon 1 fatia (100g) 140
Hamburger bovino 1 unidade (56g) 116
Hamburger calabresa 1 unidade (56g) 149
Hamburger de chester 1 unidade (56g) 105
Hamburger de frango 1 unidade (96g) 179
Lagarto de boi assado 3 fatias (100g) 170
Leitão 2 pedaços (170g) 308
Língua de boi cozida 2 pedaços (100g) 287
Lombo assado 1 fatia (100g) 272
Maminha 1 fatia (100g) 141
Miolo de coxão mole 1 filé (100g) 120
Moela de galinha 1 pires (100g) 78
Músculo cozido 3 pedaços (100g) 180
Patinho 3 fatias (100g) 200
Peito de frango s/pele 1 filé (100g) 100
Pernil de porco assado 1 fatias (100g) 196
Perú 2 filés (100g) 155
Picanha 1 fatia (100g) 287
1 unidade (200g) 128
Rosbife 1 fatia (50g) 83
Tender 4 fatias (100g) 210

 

Tabela de Calorias em Peixes e Frutos do Mar


Tabela de Calorias em Peixes e Frutos do Mar

 

 

Peixe Quantidade Calorias (Kcal)
Anchova cozida 1 filé (100g) 118
Anchova à milanesa 1 filé (100g) 210
Anchovetas em óleo comestível porção (100g) 200
Atum cru 1 posta (100g) 146
Bacalhau cozido 1 porção (100g) 100
Cação cozido 1 posta (100g) 129
Camarão cozido 1 porção (100g) 82
Camarão frito 1 porção (100g) 310
Casquinha de Caranguejo 1 unidade 250
Casquinha de Siri 1 unidade (200g) 413
Caviar 1 colher de chá (10g) 24
Dourado 1 posta (100g) 88
Haddock cozido 1 filé (100g) 100
Kani-Kama 1 stick (16g) 13
Lagosta cozida s/ molho 1 unidade (200g) 196
Linguado assado ou grelhado 1 filé (100g) 90
Lula cozida 1 pires de chá (100g) 93
Lula frita empanada 1 pires de chá (100g) 373
Mariscos cozidos 1 xícara de chá (100g) 96
Mexilhões cozidos ½ xícara de chá (100g) 79
Mexilhões em lata porção (100g) 122
Namorado cozido 1 filé (100g) 122
Ostras 3 unidades (100g) 81
Ovas de peixe cruas 1 porção (100g) 125
Pescada cozida 1 filé (100g) 97
Pintado grelhado 1 posta (200g) 208
Polvo cru 1 xícara de chá (100g) 64
Robalo 1 posta (100g) 72
Salmão assado ou grelhado 1 posta (100g) 292
Salmão cru 1 filé (100g) 211
Sardinha grelhada 1 unidade (33g) 97
Sardinha em óleo comestível 4 unidades (100g) 174
Sardinha em conserva com azeite 3 unidades (100g) 298
Tainha Cozida 1 posta (100g) 204
Truta assada ou grelhada 1 unidade (200g) 378

emagrecer,dieta,abnoplastia,

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs