emagrecer,dieta,abnoplastia,

reabilitação,quimica,engravida,criança,emagrecer,obsidade

sexta-feira, 10 de julho de 2015

SIGNIFICADO DOS SONHOS magos da luz: Códigos de Cura para o Apocalipse Biológico

SIGNIFICADO DOS SONHOS magos da luz: Códigos de Cura para o Apocalipse Biológico: envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@ A história das Frequências Solfejo (Escrita por Dav...








As 6
Frequências Solfejo incluem:





 




UT - 396
Hz – liberação de culpa e medo





 




 




RE - 417
Hz – desfazer situações e facilitar a mudança




 




MI - 528
Hz - transformação e milagres (reparo do DNA)




 




FA - 639
Hz - conexão / relacionamentos




 




SOL -
741 Hz – despertar intuitivo.




 




LA - 852
Hz - voltar à ordem espiritual

Dieta Seca Barriga E Cintura







 
 
 
 
 
 


Dieta moduladora


Dieta interativa:


Dieta detox: mitos e verdades


As dietas desintoxicantes, conhecidas popularmente como “detox”, popularizaram-se com a promessa de aumentar a vitalidade, a imunidade, melhorar a digestão e até o estado de espírito. Esses planos alimentares baseiam-se na exclusão de alimentos processados e álcool e na baixa ingestão de calorias, por meio de pequenas quantidades de frutas, legumes, água e de suplementos que aceleram a eliminação de substâncias pelo corpo.

Não é fórmula mágica

Alguns nutricionistas ainda recomendam ervas e pílulas para estimular o funcionamento do intestino. Nosso corpo, no entanto, possui a habilidade de eliminar naturalmente substâncias prejudiciais e manter-se equilibrado. Seria mesmo necessário seguir uma dieta para desintoxicá-lo?
Celebrizada por artistas de Hollywood, a dieta ficou famosa em todo o mundo. A perda de peso rápida proporcionada pela dieta detox vem do baixo consumo de calorias por dia – não se trata de nenhuma fórmula mágica. Ao reduzir radicalmente a ingestão de calorias, você perde peso, no entanto, podem ocorrer problemas como a desaceleração do metabolismo, afirmam estudos da Universidade de Harvard1,5.

Evidências

Não há provas no âmbito científico de que a dieta traga benefícios além de uma perda de peso rápida e temporária. Diante de tantos questionamentos, a emissora BBC decidiu averiguar a real validade do plano detox e convidou um grupo de mulheres para participar de uma pesquisa.
A emissora as dividiu em duas turmas: a primeira metade seguiu uma dieta detox e a outra seguiu um plano de alimentação considerado normal pelos pesquisadores, que incluía carne vermelha, café, massas, chocolate e bebidas alcoólicas. Ao final do estudo, foram testadas as funções renal e hepática e foi medido o nível de antioxidantes das participantes. Nenhuma diferença foi notada entre os grupos2, reiterando os dados científicos.

Perda de peso temporária

Quando seguimos uma dieta que recomenda uma taxa diária muito baixa de calorias, nosso corpo entra em um estado de “conservação”. Nesse estado, a queima de calorias ocorre de forma mais lenta e isso pode facilitar o ganho de peso quando retornamos ao plano de alimentação usual, explica um artigo publicado pela Universidade de Harvard, dos Estados Unidos1. Segundo o Serviço Nacional de Saúde britânico, banir certos grupos de comidas pode restringir a absorção de importantes vitaminas e nutrientes que o corpo precisa para funcionar adequadamente3.
Os riscos da dieta detox são os mesmos relacionados a qualquer dieta radical que se baseie em um consumo muito baixo de calorias e nutrientes. Falta de proteína, ácidos graxos e outros nutrientes são consequências das restrições impostas, sendo os carboidratos a principal fonte de calorias do plano nutricional, que gira em torno do consumo de 600 calorias por dia. Menos disposição, baixa taxa de açúcar no sangue, perda de músculos, redução da imunidade, tontura e cansaço são alguns efeitos colaterais que essas dietas podem trazer4.

Riscos

Os riscos podem ser maiores ou menores dependendo do tempo da dieta. Um ou dois dias seguindo uma dieta, mesmo que radical, pode não ser prejudicial para a maioria dos adultos. Além disso, o estímulo à ingestão de alimentos altamente laxativos pode levar a desidratação e destruir os microrganismos que desempenham funções digestivas. Caso o tempo da dieta seja muito longo, problemas maiores podem vir junto com a perda de peso, como o desenvolvimento de acidose metabólica.
A acidose metabólica é um desequilíbrio entre os elementos básicos e ácidos do organismo, o que pode resultar a acidificação do sangue, levando a um estado de coma ou até a morte. Outra doença séria que pode ser causada por uma restrição alimentar severa é a amenorreia. Ela é a suspensão ou a ausência de menstruação em mulheres em período fértil ou adolescentes na puberdade.

Contraindicações

Mulheres grávidas ou na menopausa, crianças, adolescentes na fase da puberdade, diabéticos, pessoas que possuem propensão a hemorragias, sofrem com anemia e doenças crônicas, entre outros devem evitar dietas radicais. Antes de seguir um novo plano alimentar é recomendado consultar um nutricionista e adequar a nova dieta às necessidades de seu metabolismo.
Se o que você procura em uma dieta desintoxicante é afastar-se de comidas industrializadas, uma boa alternativa seria a escolha de produtos orgânicos e maior ingestão de frutas, vegetais, fibras e grãos no dia a dia. Alimentos como limão, brócolis e folhas verdes podem ajudar no funcionamento do intestino. Se a intenção é perder peso, é recomendado seguir uma dieta que permita o consumo de, no mínimo, 1.500 calorias por dia, prevendo uma perda de peso mais lenta. Paralelamente à dieta, fazer exercícios físicos pode acelerar o emagrecimento.

Referências

1. HARVARD MEDICAL SCHOOL. Detox diets, procedures generally don’t promote health. Disponível em: <http://www.health.harvard.edu/press_releases/detox-diets-procedures-generally-dont-promote-health>. Acesso em: 27 ago. 2013.
2. BBC. Does detox work? Disponível em: <http://www.bbc.co.uk/sn/humanbody/truthaboutfood/young/detox.shtml>. Acesso em: 27 ago. 2013.
3. NHS. How to diet. Disponível em: <http://www.nhs.uk/Livewell/loseweight/Pages/how-to-diet.aspx>. Acesso em: 27 ago. 2013.
4. WEBMD. The truth about detox diets. Disponível em: <http://www.webmd.com/food-recipes/guide/detox-diets-purging-myths?page=2>. Acesso em: 27 ago. 2013.
5. HARVARD MEDICAL SCHOOL. Lose weight and keep it off. Disponível em: <http://www.health.harvard.edu/healthbeat/HEALTHbeat_072208.htm>. Acesso em: 27 ago. 2013.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Krokodil (droga zumbi) ja esta no BRASIL muito pior que o crack!


Krokodil, a droga mais poderosa e mortal, muito pior que o crack!

A droga Krokodil é a mais violenta e perigosa droga da atualidade, nessa postagem vamos mostrar os efeitos de uma droga que é muito mais violenta que o crack. Conheça a Krokodil:
 

veja videos abaixo chocantes

 https://www.youtube.com/watch?v=wuM5T8QyS_8

https://www.youtube.com/watch?v=WvIb3HZcNFk


https://www.youtube.com/watch?v=rMQgnobI_xc

Apesar de ter sido inventada para uso médico em 1932, quando era chamada de desomorfina, a atual droga mais mortal e poderosa que existe na atualidade só começou a fazer sucesso mesmo nos últimos 10 anos, em especial depois que seu relativamente simples método de fabricação foi descoberto.
 <iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/n_TZuarRlgE" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Para sintetizar a droga, que tem sua base na codeína, é preciso adicionar thinner, fósforo (de caixinhas) e ácido clorídrico, entre outros ingredientes, e aquecê-los. Um dos principais compostos químicos é chamado alfa-clorocodida, o que talvez tenha sido um dos motivos para seu nome.
Outro seria a reação da pele ao contato com as agulhas, já que a droga é injetável, como a heroína, e é inclusive comparada com a droga, já que ambas tem com origem o ópio. Entretanto, o Krokodil necrosa e destroi, de maneira visualmente bem perturbadora, todas as veias e pele por onde passa. Por isso, a maior parte dos viciados – que têm uma estimativa de 2 a 3 anos de vida após engatarem no vício – gastam pouco, de 10 a 20 vezes menos que viciados em heroína, mas o preço cobrado é outro: o tempo. Afinal, com a velocidade com que mata, o Krokodil é um suicídio lento, e nem tão lento assim.
 <iframe width="420" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/rM4zYaIdSp4" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

A forma que escurece a pele, fazendo com que ela se descole dos ossos e caia, também faz com que o Krokodil seja chamado de “droga zumbi”. E, apesar de ser moda na Rússia, já chegou aos EUA e ao resto da Europa, tornando-se uma real preocupação das autoridades mundiais. Afinal, é provável que, pelo preço e intensidade, o Krokodil se torne o novo crack.
E a tendência não é meramente especulativa: em 2011, mais de 65 milhões de doses foram apreendidas na Rússia, e mais de dois milhões de infectados conhecidos. Alguns deles, como Andrey e Zhanna, que aparecem nas fotos abaixo, vivem marginalizados e excluído do resto da civilização. Dê uma olhada em como é a vida dessas pessoas:
2191143766121850

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Manteiga de Sucuri


O Gel Massageador Manteiga de Sucuri foi desenvolvido no Scientia Laboratories, sob a supervisão do professor Farm. Altamon Guimarães, que a partir do conhecimento popular sobre o uso da gordura animal em diversas enfermidades, passa a elaborar uma formulação estável de modo a atender a tecnologia farmacêutica no preparo deste produto.
O resultado das pesquisas foi esta excelente apresentação na forma de Gel. Suas características são fundamentais para favorecer a eficiência proposta ao produto. Apresenta muito boa espalhabilidade, rápida absorção dos ativos, não fica cheiro desagradável ou forte dos ingredientes, não é pegajoso ou oleoso.
Por todas estas características é que este produto tem favorecido excelentes resultados no tratamento de diversas enfermidades que acometem a população.
Este produto foi desenvolvido a partir de ingredientes naturais como o extrato de Erva-baleeira, Arnica, Mentrasto e Óleo de Copaíba. A partir do uso popular destas plantas medicinais, estudos científicos comprovaram suas atividades anti-inflamatórias e seus benefícios para a saúde.
Nosso produto atende as exigências legais da ANVISA.
  • Trata-se de um produto cosmético com finalidade de massagear as diversas partes do corpo, especialmente aquelas acometidas por qualquer tipo de dor decorrente de inflamações localizadas.
  • Registro na ANVISA n. de acordo com a RDC n. 343/2005.
  • Registro de Patente requerida junto ao INPI.
  • Marca Registrada no INPI.
  • Empresa possui todos os documentos exigidos pelos órgãos fiscalizadores.
Indicações
  • Dores de artrites, artroses, dores reumáticas, hérnia de disco e "bico de papagaio
  • Específico par massagem terapêutica pessoal ou pofissional para dor nas pernas, quadril, dores lombares, nos ombros, torcicolo e dores da coluna;
  • ";
  • Melhora as dores decorrentes de má postura e esforço repetitivo (L.E.R.);
  • Apresenta melhora rápida nos casos de contusões, torções e na vermelhedão e roxos;
  • Nos casos de tendinite, bursite e nos pontos de inflamação inflamações localizadas em geral.
Modo de Uso
Aplique a quantidade necessária para promover a massagem por todas as partes do corpo onde for necessário o alívio das tensões. Massageie de baixo para cima até completa absorção do produto e até obter o efeito desejado. Lave as mãos após a aplicação do produto! Manter a embalagem bem fechada. Aplicar até 5 vezes ao dia.
Produto não recomendado para Gestantes e Lactantes. Não é indicado para crianças menores de 3 anos de idade.

Câncer de pulmão pode ser tratado


Câncer de pulmão pode ser tratado

Sabemos que a taxa de sobrevivência de câncer de pulmão é maior quando o cancro é descoberto com antecedência. De 60% a 80% das pessoas com câncer de pulmão detectado na fase 1, podem ser tratados e curados, já na fase 4 esse percentual cai para 10 %. Então, quas são os primeiros sintomas de câncer de pulmão?
Tenha em mente que a compreensão dos primeiros sintomas de câncer de pulmão é importante para os não-fumantes, bem como fumantes. Atualmente, 50% das pessoas que desenvolvem câncer de pulmão são ex-fumantes e 15% nunca fumaram.
Muitas pessoas se adaptam ou não dão importância a uma tosse crônica, acreditando ser causada por alguma outra coisa, como alergia. Mas uma tosse que dura mais do que algumas semanas pode ser um sinal de algo mais. A tosse crônica pode ser um sintoma precoce de câncer de pulmão, se a pessoa não tiver problemas como asma, alergias ou refluxo gastroesofágico. Tosse com sangue (hemoptise) é um sintoma comum de câncer de pulmão, mas pode ser bastante sutil e você pode observar apenas uma pequena quantidade de catarro tingida de sangue quando tossir.
Outro sintoma comum precoce do câncer de pulmão é a falta de ar que você só percebe com a atividade fisica. Isso pode ser ignorado e atribuído ao envelhecimento, estar fora de forma ou devido aos quilos extras que você ganhou ao longo dos anos. Se você perceber que a falta de ar é uma constante durante a caminhada, atividade sexual, faça uma visita ao médico.
Cancros do pulmão podem pressionar os nervos, resultando em dor no ombro, peito, costas, ou um braço – antes mesmo de causar uma tosse ou dificuldade para respirar. Se você notar dor em uma dessas áreas do corpo que não está relacionado a uma lesão (ou mesmo se é, mas persiste), consulte o seu médico. Até 50% das pessoas com câncer de pulmão tem algum tipo de dor no peito ou no ombro no momento do diagnóstico, especialmente se a dor aumenta com a tosse e respiração.
Não é incomum de se descobrir que têm câncer de pulmão, após tratamento de episódios repetidos de bronquite ou pneumonia. Se um tumor está localizado perto de uma das vias respiratórias, pode causar uma obstrução que predispõe a estas infecções. Se você já teve alguns episódios de bronquite ou pneumonia, fale com o seu médico. Infecções repetidas podem ser devido ao fumo, mas pode também ser um sintoma precoce de cancro do pulmão.
Sintomas aparentemente não relacionados, tais como dor no joelho, pode ser um sintoma precoce de câncer de pulmão. Os sintomas gerais como fadiga, diminuição do apetite, perda de peso inexplicável, pode ser um sinal de alerta também.
As terapias mais utilizadas para o câncer de pulmão são cirurgia, quimioterapia e radioterapia.

Chá de hibisco seca barriga


 

 

Como consumir o chá de hibisco

Caso utilize a flor a granel, procure aquecê-la o mínimo possível para não perder as propriedades. Separe 200 ml de água, deixe ferver e após isso adicione de 4 a 6 gramas, equivalente a uma colher de chá, da flor seca. Mantenha a bebida por três minutos no fogo e após isso ela pode ser consumida.

 <iframe width="420" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/NQGDAQklRb8" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

abaixe o nivel de insulina emagreca 10 a 15 kilos em 1 mes



emagreça 10 a 15 kilos em 1 més

que sabe qual o segredo ?

simples abaixe o nível de insulina do corpo .. menos insulina mais perda de peso

abaixo vai uma receitinha caseira


Confira a receita de um suco que auxilia na redução da glicose:
1 folha de couve manteiga
Suco de 4 laranjas-pêras
Suco de 2 limões-sicilianos
2 colheres de sobremesa de semente de chia
Lascas de gengibre e gelo a gosto
Bata todos os ingredientes no liquidificador ou na centrífuga e sirva em seguida sem adoçar. Para manter as propriedades, é importante tomar na hora.
Mande também a sua dúvida, crítica ou sugestão.

hipertensão arterial, chamada popularmente de pressão alta


chás para baixar a pressão alta


  • EMBAÚBA: é uma árvore brasileira e suas folhas são muito indicadas no controle deste problema. Basta fazer uma infusão, utilizando uma xícara de água fervente e uma colher de chá das folhas de embaúba picadas e secas. Deixar descansar por dez minutos, coar e tomar três xícaras desse chá por dia.
  •  
  •  
  • folhas de xuxu - lave as folhas e cozinhe e tome o liquido 
  •  
  • ALHO: é comprovadamente um bom remédio natural para o caso. Amasse um dente de alho e ferva por três minutos numa xícara de chá de água. Aguarde amornar, coe e beba. Devem ser bebidas uma xícara a cada doze horas.
  •  
  •  cha de alpispe e tiro e queda
  •  
  •  
  • MELISSA OU ERVA CIDREIRA: além de calmante natural, a planta também ajuda a controlar a pressão. Ferva junto com duas xícaras de chá de água: 1 colher de chá de folhas picadas de erva cidreira e 1 colher de chá de folhas frescas de maracujá. Aguarde amornar e coe. Beba uma xícara três vezes ao dia.

dengue X chikugunya


Febre Chikungunya é uma doença parecida com a dengue,




A febre chikugunya não é transmitida de pessoa para pessoa. O contágio se dá pelo mosquito que, após um período de sete dias contados depois de picar alguém contaminado, pode transportar o vírus CHIKV durante toda a sua vida, transmitindo a doença para uma população que não possui anticorpos contra ele. Por isso, o objetivo é estar atento para bloquear a transmissão tão logo apareçam os primeiros casos.
O ciclo de transmissão ocorre do seguinte modo: a fêmea do mosquito deposita seus ovos em recipientes com água. Ao saírem dos ovos, as larvas vivem na água por cerca de uma semana. Após este período, transformam-se em mosquitos adultos, prontos para picar as pessoas. O Aedes aegypti procria em velocidade prodigiosa e o mosquito adulto vive em média 45 dias. Uma vez que o indivíduo é picado, demora no geral de dois a 12 dias para a febre chikungunya se manifestar, sendo mais comum cinco a seis dias.
A transmissão da dengue raramente ocorre em temperaturas abaixo de 16° C, sendo que a mais propícia gira em torno de 30° a 32° C - por isso ele se desenvolve em áreas tropicais e subtropicais. A fêmea coloca os ovos em condições adequadas (lugar quente e úmido) e em 48 horas o embrião se desenvolve. É importante lembrar que os ovos que carregam o embrião do mosquito transmissor da febre chikungunya podem suportar até um ano a seca e serem transportados por longas distâncias, grudados nas bordas dos recipientes e esperando um ambiente úmido para se desenvolverem. Essa é uma das razões para a difícil erradicação do mosquito. Para passar da fase do ovo até a fase adulta, o inseto demora dez dias, em média. Os mosquitos acasalam no primeiro ou no segundo dia após se tornarem adultos. Depois, as fêmeas passam a se alimentar de sangue, que possui as proteínas necessárias para o desenvolvimento dos ovos.
O mosquito Aedes aegypti mede menos de um centímetro, tem aparência inofensiva, cor café ou preta e listras brancas no corpo e nas pernas. Costuma picar, transmitindo a dengue, nas primeiras horas da manhã e nas últimas da tarde, evitando o sol forte. No entanto, mesmo nas horas quentes ele pode atacar à sombra, dentro ou fora de casa. Há suspeitas de que alguns ataquem durante a noite. O indivíduo não percebe a picada, pois não dói e nem coça no momento. Por ser um mosquito que voa baixo - até dois metros - é comum ele picar nos joelhos, panturrilhas e pés.
A fêmea do Aedes aegypti voa até mil metros de distância de seus ovos. Com isso, os pesquisadores descobriram que a capacidade do mosquito é maior do que os especialistas acreditavam.

Fatores de risco

A febre chikungunya pode afetar pessoas de todas as idades e ambos os sexos. Entretanto, a apresentação clínica é conhecida por variar de acordo com a idade, sendo os muito jovens (neonatal) e idosos os mais afetados pelas manifestações graves da doença. Além da idade, as comorbidades (doenças subjacentes) também vêm sendo identificadas como fator de risco para pior evolução da doença


A maioria das infecções por CHIKV que ocorre durante a gravidez não resulta na transmissão do vírus para o feto. Existem, porém, raros relatos de abortos espontâneos após a infecção maternal por febre chikungunya. Aqueles infectados durante o período intraparto podem também desenvolver doenças neurológicas, sintomas hemorrágicos e doença do miocárdio. Anormalidades laboratoriais incluíram testes de função hepática aumentados, plaquetas e contagem de linfócitos reduzidos e níveis de protrombina diminuídos.
Indivíduos maiores de 65 anos tiveram uma taxa de mortalidade 50 vezes superior quando comparados ao adulto jovem (menores de 45 anos de idade). Apesar de não ser claro por que os adultos mais velhos têm um risco aumentado para doença mais grave, pode ser devido à frequência de comorbidades ou resposta imunológica diminuída.

Efeitos do Cicatricure na pele:


Cicatricure Gel Como Funciona ?

 

Resultado de imagem para cicatricure
Resultado de imagem para cicatricure
Efeitos do Cicatricure na pele:
Práticas diárias comuns como, por exemplo: dormir sem remover a maquiagem, uso excessivo de cosméticos, exposição demasiada aos raios solares sem proteção adequada, entre outros fatores, como a poluição do ar, tabagismo, más práticas alimentares, falta de sono, estresse, etc, podem acabar prejudicando a pele.
As consequências de tais fatores provocam a alteração da aparência da pele. Cicatricure trata sinais deste tipo, tais como envelhecimento precoce da pele, o aparecimento de manchas escuras, rugas e linhas de expressão, a falta de elasticidade entre outros.
•    Como Cicatricure funciona:
Cicatricure gel possui o princípio ativo o Complexo Regenext IV, que tem por finalidade a redução do inchaço e tratamento de cicatrizes de queimaduras, cirurgias, acnes e estrias promovendo resultados significativos em poucas semanas de uso. Usando Cicatricure ao redor dos olhos reduz os chamados "pés-de-galinha" caracterizados pelas rugas e linhas de expressão.
Os  efeitos de Cicatricure favorecem na regeneração celular e clareamento da pele, reduzindo desta forma tanto cicatrizes normais, quelóides e cicatrizes hipertróficas, semelhantes às cicatrizes quelóides, porém apresentam tons escuros e textura mais acentuada.
Cicatricure é indicado tanto para homens quanto mulheres de todas as idades. Sua fórmula  é um avançado composto proveniente de mais de 30 ingredientes entre os quais encontram-se produtos naturais como óleo de bergamota(Citrus aurantium bergamia), extrato de cebola (Allium cepa), extrato da folha de nogueira(Juglans regia), Extrato de Aloe (Aloe vera), Extrato de Camomila (Chamomilla recrutita) entre outros. 
•    Tratamento com Cicatricure:
O tratamento com Cicatricure Gel varia de 3 a 6 meses e deve ser aplicado de 2 a 3 vezes ao dia. Seu efeito estimula a produção de colágeno favorecendo a regeneração além de promover uma intensa umectação e hidratação da região que, conseguintemente promove uma melhora aparente na coloração e textura da pele tratada.

Dengue: como evitar?


combater a dengue





CRAVO-AMARELO

O cravo-de-defunto ou cravo-amarelo (Tagetes erecta Linn.) é muito efetiva no combate à dengue.

Ela não tem contraindicações.

Como fazer o chá do cravo-amarelo:

Duas colheres de sopa de folhas e partes secas para meio litro de água.

Ferva a água, adicione a erva e desligue o fogo.

Quando amornar, coe e beba.

Tome de três a quatro xícaras ao dia.

E o xarope:

Pegue duas colheres de sopa de cravo-amarelo, junte meia xícara de água e leve ao fogo baixo.

Quando ferver, adicione o mel, desligue o fogo, abafe e deixe esfriar.

Coe, coloque em uma garrafa de vidro e tome umas cinco colheres (sopa) durante o dia.

UNHA-DE-GATO

A unha-de-gato (Uncaria tomentosa) é um poderoso antibiótico natural, segundo várias pesquisas científicas.

E um estudo da Fiocruz, realizado em 2009, constantou que ela também possui a capacidade de combater a dengue.

Como fazer o chá de unha-de-gato

Use 1 colher (sopa) das folhas trituradas para 1 litro de água.

Ferva a água.

Acrescente, quando levantar fervura, a unha-de-gato.

Tampe a panela.

Deixar a mistura no fogo por mais 3 ou 4 minutos.

Desligue o fogo.

Deixe repusar por 10 minutos.

Coe e beba de 2 a 3 xícaras ao dia.

INHAME

Em regiões úmidas da Ásia e da África, sempre houve fartura de inhame.

Fácil de colher, fácil de preparar e ainda por cima gostoso, o inhame se tornou um dos principais alimentos básicos desses povos.

O que não se sabia é que, durante séculos e séculos, o pequeno tubérculo estava protegendo as pessoas da malária, da dengue, da febre-amarela.

E eis que descobriram a mandioca/aipim/macaxeira, também deliciosa e fácil, que além do mais dava boa farinha, própria para guardar ou fazer pão, goma para a tapioca de cada dia e ainda bebidas alcoólicas, como cauim, alué e tiquira, que ajudavam a esquecer e sonhar.

O inhame foi deixado de lado.

As pessoas começaram a morrer de malária.

Isso foi muito bem observado na África, onde as roças de inhame foram substituídas por seringais.

Mas nada mudou em relação aos poderes desse tubérculo.

Comer inhame continua funcionando para evitar e tratar as doenças transmitidas por mosquitos, como a dengue.

Há algo nele, talvez o altíssimo teor de zinco, que neutraliza no sangue o agente infeccioso transmitido pelo Aedes aegypti.

O povo diz que é seu visgo que tem poderes.

Não se sabe ao certo.

A ciência ainda não se interessou pelo assunto.

O fato é que o inhame está nas feiras e mercados para quem quiser se beneficiar dele.

Uma de nossa receitas favoritas com o inhame é seu suco, que funciona como um tônico depurativo do sangue.

Esse suco é uma proteção não só contra a dengue, mas também contra várias ameaças de agentes causadores de doenças.

Como preparar o suco de inhame:

Os ingredientes são -

1 inhame (cru) pequeno ou metade de um médio da variedade conhecida como japonês ou paulista (veja a foto ao lado)



1 maçã

1 limão

1 pedacinho de gengibre (opcional)

Meio litro de água

Mel ou açúcar mascavo para adoçar (opcional)

O modo de preparo:

Esprema o limão, pique o inhame e a maçã.

Se usar o gengibre, rale-o.

Bata tudo no liquidificador e sirva com ou sem gelo.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Dracunculíase Uma doença que faz com que “vermes vivos” saiam da pele humana.


Uma doença que faz com que “vermes vivos” saiam da pele humana. Parece assustador?
Pois ela existe, e tem um nome sugestivo: dracunculíase. A doença já é conhecida há muitos anos, e o tratamento não mudou muito desde então. Para saber mais sobre a doença, prepare o estômago e leia os parágrafos abaixo.
Como a doença se espalha?

A imagem mostra um típico copépodo, animal que serve de hospedeiro para o verme Dracunculus medinensis
Em 1550 a.C., ocorreu a primeira menção à doença em um texto egípcio, que a descreve juntamente com uma forma de tratamento. A doença também é chamada de “infecção pelo verme da Guiné”, devido à fama de infestação no país africano.
A doença é causada por larvas de Dracunculus medinensis, que escolhem os copépodes como “meio de transporte”. Eles são comuns em águas paradas, que são consumidas em áreas sem água potável, aumentando o risco de contaminação.
Quando são engolidos, os copépodes se rasgam no sistema digestivo e as larvas são liberadas. Do intestino, elas vão para os tecidos subcutâneos, onde chegam a crescer o suficiente para atingir um metro de comprimento e 2 milímetros de epessura em apenas um ano. Quando chegam a esse ponto, eles começam a sair dos corpos humanos, como pequenas “minhocas”, geralmente pela perna ou o pé. Já foram registrados casos em que eles saíram pelos tecidos em volta do olho ou pelos testículos.
Como as vítimas instintivamente colocam os pés na água para aliviar a dor causada pela saída das larvas, eles acabam inadvertidamente contaminando os rios e abrindo o caminho para novos casos da doença.
O ano em que a larva fica hospedada no ser humano não é particularmente doloroso. Por boa parte do tempo, nenhum sintoma fica aparente. Mas quando eles chegam, causam tantos problemas que a pessoa precisa ficar de repouso e longe da vida em família por um período de dois a três meses até que o verme saia – ou seja retirado. As crianças podem ser indiretamente afetadas pela doença, pois muitas precisam abandonar a escola para substituir os pais na obtenção de sustento para a família.
Quando o verme é retirado à força, o processo é bastante delicado. Uma pequena vareta captura uma das pontas do animal e o puxa para fora do corpo, centímetro a centímetro. Se for puxado de uma vez só, seu finíssimo corpo pode se partir, deixando “restos mortais” na pele, apodrecendo e danificando os tecidos à sua volta

.<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/b3VwxtYvoRo" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

domingo, 25 de janeiro de 2015

teste qual a idade real do seu corpo?



.
 

.

teste sua flexibilidade


 

Como envelhecem os músculos e ossos


Como envelhecem os músculos e ossos
.
O que mantém a solidez do esqueleto, como já dito acima, é a interação entre dois tipos de célula, os osteoblastos e os osteoclastos. Os primeiros são responsáveis pela formação dos ossos e os últimos, por sua absorção. Até os 30 anos, a atividade dos osteoblastos é mais intensa, permitindo o crescimento. Depois dos 40 anos, o ritmo de trabalho dos osteoclastos se acelera, tornando os ossos mais frágeis. Estima-se que a partir dessa idade a perda de massa óssea seja de 0,1% ao ano, acentuando-se após os 50 anos. Ao chegar aos 60, você já terá perdido 4% de todo seu esqueleto.
.
Para impedir perdas maiores, a regra número 1 é se abster dos preconceitos. Não ache que malhação é coisa de marombeiro ou que o sol antes das 10h é exclusividade dos cabeças brancas. Ambos são essenciais para manter os ossos fortes. Atividades físicas de impacto, como musculação e corrida ou uma caminhada acelerada favorecem a mineralização dos ossos. Já o sol ajuda na síntese da vitamina D, envolvida no mecanismo de fixação do cálcio no organismo. Além de exercícios, uma dieta rica em cálcio é fundamental para suprir as necessidades diárias do mineral.
.
Aulas de alongamento também são úteis para prevenir os efeitos do tempo. Ao menos lhe ajudarão a manter a postura correta e disfarçar o decréscimo na altura. Um homem de 30 anos que meça 1,70m medirá 1,69m quando completar 60 anos. Aos 80, pode estar perto de 1,67. De fato, a partir dos 40, encolhe-se cerca de 0,4cm a cada década. Isso acontece devido à compressão das vértebras. O espaço entre elas é preenchido por cartilagem, que vai se tornando fibrosa ao longo dos anos, provocando o ressecamento e o endurecimento dos discos intervertebrais que dão flexibilidade à coluna. Como o desgaste do disco é maior na parte anterior, as vértebras se achatam e levam a coluna a se inclinar para a frente, daí aquela posição arqueada típica de pessoas idosas.
.
O enrijecimento das vértebras é acompanhado da perda de musculatura. Com as pernas esticadas, tente tocar o chão com os dedos das mãos. Se a tarefa parece impossível, não culpe apenas a perda de elasticidade da coluna. A flacidez muscular, notada a partir dos 40 anos, dificulta movimentos simples como manter as pernas esticadas. Estima-se que a perda de massa muscular até os 70 anos seja de 10%, resultante de uma alteração hormonal que ocorre em todos os homens depois dos 30 anos, pois nessa idade, a produção do Hormônio de Crescimento (hGH), um dos responsáveis pela formação dos músculos, diminui e, assim, o organismo entende que empenhar sua energia nesse processo é menos importante na fase adulta e passa a se preparar para enfrentar o envelhecimento.
.
A musculatura aos poucos vai sendo substituída por gordura, um mecanismo natural difícil de driblar. Após 35 anos, ganha-se 3kg a cada década. Além da baixa produção do hormônio do crescimento, contribui para o maior acúmulo de gordura a lentidão do metabolismo celular, levando a um gasto menor de calorias enquanto o corpo está em repouso. Quilos a mais significam não apenas roupas apertadas, mas também elevação do risco de doenças coronárias.

mandamentos do envelhecimento saudavel



envelhecimento o que acontece com seu corpo aos 30,40,50;60 anos



.
A partir dos 35 anos, as rugas da área dos olhos já são notadas mesmo em relaxamento, assim como o sulco próximo ao nariz. Depois dos 40, a gordura da mão diminui e as veias aparecem. Paralelamente, os fios brancos se espalharam pela cabeça e o volume do cabelo tende a diminuir. Ao longo da vida, é normal que caiam entre 50 e 100 fios por dia, mas na menopausa, essa queda pode ser acentuada, e é normal o cabelo demorar mais a crescer.
.
Pouco a pouco, as mudanças se acentuam. A gordura subcutânea passa a ser reabsorvida pelo organismo, o que deixa a pele menos elástica e brilhante. Com a menopausa, as mudanças tornam-se mais sensíveis. É comum a mulher perceber a pele mais seca e sentir necessidade de recorrer a doses extra de hidratantes. Outro cuidado importante, para não piorar o ressecamento, é evitar tomar banhos quentes e longos.
.
O sol é, de longe, o grande vilão do envelhecimento cutâneo. Tanto que se chama de fotoenvelhecida uma pele castigada por ele. Quem faz tudo por uma pele bronzeada deve estar ciente de que, ao longo da vida, ela vai sendo carimbada pelos raios ultravioleta, que além de acentuar rugas também causam manchas. Uma mesma pessoa pode ter uma pele com duas idades, uma nas partes expostas ao sol e outra nas áreas que costumam ficar cobertas e a diferença pode chegar a dez anos.
.
Se para atenuar rugas e manchas a dermatologia já desenvolveu um arsenal de cremes, peelings e lasers, que garantem efeitos mais ou menos satisfatórios, há problemas mais graves causados pelo sol - ou melhor, pela falta de proteção adequada. Segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Brasil tem 62 mil novos casos de câncer de pele por ano, sendo o tumor de maior incidência no país.
.
O efeito do sol é cumulativo e apesar de manchas e até o câncer aparecerem quase sempre na maturidade, são resultado de todos os anos de exposição ao raios solares. A solução não podia ser mais simples: segundo estudos, quem se protege corretamente até os 18 anos de idade tem 85% menos chances de ter a doença. Como prevenir é sempre melhor que remediar, cabe à geração que aprendeu a usar preservativo em nome do sexo seguro transformar o trio filtro-boné-barraca em ítens indispensáveis na mochila, para tornar o bronzeado também seguro.
.
O envelhecimento da pele e cabelos nos homens - O que acontece ao longo dos anos:
.
30 anos - Cai a produção de elastina e colágeno – responsáveis pelo viço e tônus cutâneo. Em alguns homens começa-se a notar o aparecimento de entradas no couro cabeludo.
Sugestão Médica: Use sempre filtro solar.
.
40 anos - Os pés-de-galinha ficam mais visíveis, as rugas se aprofundam. 55% dos homens na faixa dos 45 anos sofrem de algum grau de calvície.
Sugestão Médica: O uso da Finasterida pode amenizar o problema da calvície. Para estimular a produção de colágeno, recomenda-se o uso de cremes à base de Ácido Retinóico na pele.
.
50 anos - As manchas, fruto da prolongada exposição ao sol, podem pipocar pelo corpo e rosto. O cabelo fica mais fino e a perda diária aumenta, se comparada à queda registrada aos 20 anos.
Sugestão Médica: Técnicas como a microabrasão ajudam a combater as manchas brancas. As mais escuras podem ser enfrentadas com o auxílio de peeling químico ou a laser, sempre sob a supervisão de um Médico.
.
60 anos - É a idade crítica para o câncer de pele. A calvície se acentua e atinge cerca de 70% dos homens dessa idade. Os fios tendem a ficar brancos devido à perda da capacidade das células de produzir pigmentos.
Sugestão Médica: Ao surgir qualquer pinta de formato assimétrico, procure um Médico. Para a calvície em grau avançado, pode-se recorrer ao implante. As técnicas atuais resultam em uma aparência mais natural.



O tendão que liga o pênis ao púbis se afrouxa com o tempo, resultando na diminuição do ângulo de ereção. Abaixo, o ângulo correspondente a cada idade.
 
.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs