emagrecer,dieta,abnoplastia,

reabilitação,quimica,engravida,criança,emagrecer,obsidade

Mostrando postagens com marcador doenças. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador doenças. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 16 de maio de 2017

Depressão e Bipolaridade: tratamento gratuito


Depressão e Bipolaridade: tratamento gratuito

jessica chastain chora
A depressão e bipolaridade tem tratamento gratuito no Brasil.
Depois que a Medicina Integrativa foi regulamentada pelo governo brasileiro em 2006,, há vários profissionais da saúde incríveis que atuam no SUS e em Associações usando as Práticas Integrativas no seu atendimento, inclusive de depressão e bipolaridade.
Mas como você faz pra encontrar esse povo? Pesquisando, ué!
Abaixo indico alguns links, mas antes, DEVORE o curto episódio do Ana TV – Saúde da Mente, logo abaixo.
Veja, reveja, faça um resumo em voz baixa mesmo, até você saber de cor e salteado o que é a abordagem da Medicina Integrativa.

E por quê? Trabalhar na sua autoeducação é crucial, porque assim você terá embasamento pra avaliar se um terapeuta, um médico ou um psicólogo é bem qualificado.

Depressão e Bipolaridade: Tratamento Gratuito 

1) Portal Saúde (disque 136 pra falar com a ouvidoria geral do SUS, onde você pode e deve pedir informações.)
2) CAPS – Centro de Atenção Psicossocial (no Brasil todo)
3) Clínica Escola – em faculdades e universidades que oferecem cursos na área de saúde.
4) Pesquise na prefeitura, porque a prefeitura não é só o escritório do prefeito, tá! Lá você se informa sobre o que rola na sua cidade.

pesquise no google
PASSA ESTE POST PRA FRENTE que alguem que você conhece está precisando dele!


tratamento gratuito para as pessoas que querem parar de fumar


tratamento gratuito para as pessoas que querem parar de fumar 

 Resultado de imagem para tratamento gratuito para as pessoas que querem parar de fumar

SUS oferece tratamento para quem deseja parar de fumar

 como é o tratamento. "No primeiro trimestre do tratamento o tabagista faz uso de medicamento, que são fornecidos gratuitamente pelo SUS, para auxiliar na ansiedade. Ele faz uso de nicotina através de adesivos no braço para diminuir essa necessidade enorme que ele tem de pegar o cigarro. E durante as reuniões ele vai recebendo toda a orientação de como ficar sem o cigarro o que ele deve fazer para substituir o cigarro. Ele já sai depois de um ano como ex-fumante. Um ano já é suficiente para o indivíduo conseguir viver sem o cigarro."

A coordenadora do programa estadual de controle do tabagismo, de Minas Gerais, Thereza Senra, explica ainda que a vontade de parar de fumar é o primeiro passo para o sucesso do tratamento. "O primeiro passo que eu considero mais importante de todos é querer parar de fumar, porque não adianta querer fazer um tratamento se não tiver uma vontade. Às vezes as pessoas falam 'nossa, não parou de fumar porque não quer, porque é fraco e não tem força de vontade'. Não. É porque às vezes não dá conta mesmo. Então, a partir do momento que a possa quer parar de fumar, ela precisa de ajuda. O tabagista quando ele está com vontade de parar de fumar ele pode procurar uma unidade básica de saúde e falar que ele quer para de fumar."

Pare de Fumar - Inca

Tratamento do Tabagismo ... Muitos são os fatores que podem levar a pessoa a experimentar drogas, já que é histórica a ... Portanto, se você quer parar de fumar comece escolhendo uma data para ser o seu primeiro dia sem cigarro.

 
Para ter acesso ao tratamento, basta procurar uma Unidade Básica de Saúde, levar a identidade e se inscrever no programa de combate ao tabagismo do SUS. O Brasil recebeu reconhecimento internacional no controle do tabagismo. O prêmio foi entregue nesta semana durante a 16ª Conferência Mundial Sobre Tabaco ou Saúde em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos. Para saber mais sobre o tratamento gratuito para combater o vício do cigarro, acesse www.inca.gov.br/tabagismo
Fonte: Diane Lourenço/ Blog da Saúde
Registrado em:

segunda-feira, 8 de maio de 2017

serralha cura vitiligo

O vitiligo é uma doença caracterizada por manchas brancas e de causa desconhecida, trazendo como consequência problemas relacionados à autoestima e ao convívio social.
O tratamento pela medicina comum em geral é feito à base de corticoides, psoralênicos, luz do sol, raios ultravioleta e até cirurgia para transplantar células saudáveis à área despigmentada, o que traz efeitos colaterais e não garante que a mancha não volte mais, pois o tratamento é local, ou seja, não se leva em conta o reequilíbrio do corpo como um todo.
A medicina natural, em contrapartida, oferece poderosas opções de tratamento e sem os desagradáveis efeitos colaterais.
E neste post você vai aprender uma dessas poderosas opções.
Esta é uma velha receita, que já curou muita gente.
Ela é bem simples e o resultado chega muito rápido.
Só tem, além da água, um ingrediente: a serralha.
O que é serralha?
A serralha (Sochus oleraceus) é uma planta que é encontrada facilmente em várias regiões do Brasil.
A foto abaixo vai ajudar você a identificá-la com mais facilidade.Resultado de imagem para serralha cura  vitiligo
Resultado de imagem para serralha cura  vitiligo


A serralha é consumida como verdura e, por isso, pode ser encontrada em algumas feiras livres e até mesmo no Ceasa.
Ela é ótima para desintoxicar o fígado, aumentar a produção da bílis, aumentar o apetite e combater problemas digestivos.
E tem uma qualidade que ainda é desconhecida da maioria: ela é poderosíssima para curar o vitiligo.
O tratamento é bem simples.
Se você tem vitiligo, vale a pena se esforçar para fazer este tratamento.
Temos certeza que depois dele você será mais um a divulgar os incríveis resultados deste tratamento.
Duvida?
Então, experimente:
O TRATAMENTO
Todos os dias em jejum, tome um copo de suco da raiz da serralha.

No almoço e no jantar, coma as folhas em salada ou refogadas.
E como se faz o suco da raiz de serralha?
Anote:
INGREDIENTES
A raiz de 1 pé de serralha
1 copo de água
MODO DE PREPARO
Bata os ingredientes no liquidificador.
Coe e tome em seguida.
Consuma em jejum.
Logo nos primeiros dias, as manchas começarão a desaparecer.
E em pouco tempo você estará totalmente livre delas.
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

fungo matador de câncer

Resultado de imagem para fungo matador de câncer

Descoberto nas águas venenosas de um poço abandonado, dois fungos reunidos em um laboratório desenvolveram um composto suficientemente poderoso para destruir o cancer

 O Berkeley Pit, localizado no sudoeste de Montana, é uma mina de cobre abandonada de poço aberto que contém um lago cheio de água tóxica. A água é ácida e atada com arsênico mortal, bem como outros metais. A maioria das criaturas vivas não pode sobreviver nestas águas, mas os pesquisadores estão encontrando uma série de organismos que podem tratar uma variedade de condições.
A equipe descobriu um fungo matador de câncer - juntamente com organismos com propriedades anti-inflamatórias e anti-envelhecimento - vivendo em águas tóxicas. No laboratório, os pesquisadores combinaram duas espécies de fungo Penicillium e ficaram encantados ao descobrir que os compostos produzidos pelos insetos tinham a capacidade de destruir estirpes de MRSA resistente a antibióticos, bem como os patógenos que causam o antraz, a faringite estreptocócica e outros.

 Os pesquisadores ainda não sabem exatamente como os compostos vão matando os patógenos - embora eles saibam que é diferente de como qualquer outro antibiótico faz. Mesmo assim, essas descobertas ainda são preliminares, e não há garantia de que elas possam ser efetivamente transformadas em medicação. Ainda assim, a descoberta inspira esperança para o futuro da batalha superbactérias.

 Referências: ScienceAlert - mais atrasado , jornal dos produtos naturais ,futurism

quinta-feira, 4 de maio de 2017

erva faz com que as células do câncer se suicidem em 24 horas


O extrato dessa erva faz com que as células do câncer se suicidem em 24 horas

 

Em 2009, pesquisadores da Universidade de Windsor, em Ontário, Canadá, começaram a prestar atenção em uma erva, com propriedades magníficas, como curar o câncer. Eles ficaram surpresos.

Qual é essa erva?

O dente de leão comum! E tudo começou quando um oncologista notou algo interessante com alguns pacientes com câncer.

Pamela Ovadje, um pós-doutorado na Universidade de Windsor, fez um extenso trabalho em investigar as propriedades anti-câncer do dente de leão e outros extratos naturais.
Ela declarou o seguinte:
“Tivemos informações de um oncologista, um colaborador aqui em Windsor, que teve pacientes que apresentaram melhora após tomar chá de dente-de-leão. E assim, com um telefonema, decidimos começar a estudar o que havia neste chá que fez os pacientes melhorarem (…)“
Ela estava cético no início, mas não porque era uma fonte natural.
“Imaginei que o dente-de-leão por ser tão comum e estar em toda parte, se fosse tão bom assim, as pessoas já teriam descoberto.”Bem, todos nós devemos ficar felizes pelos pesquisadores que começaram a estudar as propriedades fantásticas do extrato dessa erva, porque os resultados parecem bons demais para serem verdade.Desde o início deste projeto, temos sido capazes de avaliar com sucesso o efeito do extrato da raiz de dente de leão em vários tipos de células cancerosas humanas em laboratório e temos observado a sua eficácia contra a leucemia/linfoma das células T, leucemia mielomonocítica crônica , e câncer do pâncreas e do cólon, sem toxicidade para células não cancerosas. Além disso, estes estudos de eficácia foram confirmados em ratos, que receberam transplantes de células cancerígenas do cólon humano”.
Em fevereiro de 2015, o extrato foi aprovado para testes em humanos. Atualmente, o extrato da raiz de dente-de-leão está em fase 1 de ensaios para cânceres relacionados ao sangue, em fase terminal, incluindo linfoma e leucemia.
Dr. Siyaram Pandey, professor de química e bioquímica na Universidade de Windsor e investigador principal de pesquisas do projeto, acredita que o extrato de dente—de-leão tem “bom potencial” para matar células cancerosas no corpo humano.
dente-de-leao-cura-cancer

Mas, como funciona?

O extrato da raiz do dente-de-leão faz com que as células cancerígenas a passar por apoptose. A apoptose é um processo celular natural, onde uma célula vai passar por uma morte celular programada, pois não é mais necessária. Basicamente, o extrato faz com que as células cancerosas se matem, deixando as células saudáveis intactas.
Duas células desempenham apoptose ou suicídio celular.
Isto é muito melhor do que as drogas da quimioterapia atuais que matam uma célula saudável para cada 5 a 10 células cancerosas.
Leia a frase novamente e pense sobre isso.
É importante frisar que a concentração do extrato nesses testes é muito mais elevada do que o que você encontra normalmente para comprar, mas é importante lembrar que tudo isto começou quando um oncologista percebeu que o chá dessa erva ajudou pacientes com câncer.
Estudos ainda estão em andamento, mas este extrato milagroso pode ser o futuro do tratamento do câncer!
Fonte:  davidwolfe

terça-feira, 2 de maio de 2017

clube do carimbo !! voce conheçe ?"Carimbar" significa passar o vírus da Aids sem o conhecimento e permissão do parceiro.

Grupos compartilham técnicas de transmissão do vírus da Aids

Polícia já investiga o chamado "clube do carimbo". "Carimbar" significa passar o vírus da Aids sem o conhecimento e permissão do parceiro.

veja o video e materia completa no site g1 globo

 http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2015/03/grupos-compartilham-tecnicas-de-transmissao-do-virus-da-aids.html

Durante quase dois meses, o Fantástico investigou um tipo de crime assustador. Dá para acreditar que existe gente que transmite o vírus da Aids de propósito para os parceiros? Na gíria dessas pessoas, contaminar alguém é chamado de "carimbar". Nossa equipe ficou frente a frente com dois homens que dizem fazer exatamente isso. A reportagem sobre o chamado "clube do carimbo" é de Augusto Medeiros e Rodrigo Vaz.
O homem mostrado no vídeo acima diz que tem o vírus da Aids.
“Está bem controlado, tudo. Mas eu sei que eu tenho o HIV”, diz o homem.
É funcionário público e não sabe que a conversa está sendo gravada.
Homem: Eu não faço sexo com camisinha com ninguém. Não faço.
Fantástico: Mas aí você não fala que é HIV?
Homem: Não, não falo.
A polícia já investiga esse tipo de comportamento sexual. Grupos secretos usam as redes sociais para marcar encontros e espalhar o vírus de propósito. É o chamado "clube do carimbo".
"Carimbar" é uma gíria usada por algumas pessoas portadoras do vírus da Aids e pode levar o carimbador para a cadeia. Significa passar o vírus da Aids sem o conhecimento e a permissão do parceiro.
“Evidentemente, há a prática do crime. Não há dúvida a respeito disso”, destaca Alamiro Velludo Netto, professor de Direito Penal da USP.
E a pena pode ser de 2 a 8 anos de cadeia.
“Lesão corporal grave. Grave porque há uma agressão à saúde que aparece por meio de uma enfermidade incurável”, destaca o professor de direito penal.
Em quase dois meses de investigação jornalística, o Fantástico esteve em lugares frequentados por pessoas que se declaram "carimbadores". Também fizemos contato pela internet com homens que dizem transmitir a Aids de propósito. E para isso, criamos uma história. Sem nos identificar como jornalistas, simulamos interesse no assunto e assim, conseguimos entrar em grupos secretos nas redes sociais.
Primeiro, os carimbadores mandaram mensagens. Quem é portador do vírus também se identifica como "vitaminado". Um deles disse que "ama" passar o HIV. Um outro revela que engana os parceiros tirando a camisinha, sem a pessoa perceber. Foi com esse carimbador que marcamos um encontro no Largo do Arouche, Centro de São Paulo. Ele diz que é professor de geografia e quem tem o vírus.
Fantástico: Já carimbou muita gente?
Professor: Isso.
Diz ainda que alguns parceiros pedem pra ele tirar o preservativo, achando que ele não tem a doença.
Professor: Tem gente que na hora que curte com camisinha. Depois pede para tirar.
Fantástico: Onde é mais comum a galera estar carimbando?
Professor: Na sauna.
Um rapaz, de 25 anos, luta contra a disseminação da Aids e o preconceito. Há sete anos, o então namorado dele não contou que estava doente.
“Ele sabia do diagnóstico dele, da serologia dele e acabou insistindo várias vezes: ‘vamos fazer sem camisinha’”, conta Diego Callisto, ativista de direitos humanos.
Diego contraiu o vírus, e recentemente, denunciou o clube do carimbo.
“Nós estamos falando de determinado recorte de soropositivos que adotam tal prática. Achei uma realidade muito estarrecedora porque eu vi pessoas soropositivas dentro do grupo e falando de ter relações sem camisinha: ‘ah, eu vou carimbar’. Nenhum momento falaram: ‘olha, eu sou soropositivo e eu quero transar sem camisinha’”, conta o ativista.
O psiquiatra Alexandre Saadeh da USP, especialista em sexualidade, afirma: “Entre os heterossexuais, também acontece essa contaminação deliberada”.
E quem comete um crime desse tipo pode ter transtorno de personalidade antissocial.
“Vai desde alguém que burla as regras, que não respeita o outro, que não sente culpa até chegar num criminoso. Alguém que deliberadamente contamina o outro com um vírus, com uma doença, não dá para dizer que não seja um criminoso”, diz o psiquiatra.
O funcionário público que mostramos no início da reportagem assumindo que é um carimbador, que transmite Aids de propósito contou que ele próprio foi contaminado porque quis.
Homem: Era tudo o que eu mais queria. Era ser soropositivo.
Fantástico: Por que você quis ser carimbado?
Homem: Pelo prazer que eu tinha de ser carimbado. Eu não sei te explicar.
O encontro com o funcionário público aconteceu em Campinas. Antes, a conversa tinha sido pela internet. Ele contou que tem Aids há 10 anos, e vive bem porque toma o coquetel de remédios. Depois, pessoalmente, deu mais detalhes.
Fantástico: Onde que você já carimbou? Os lugares?
Homem: Via de regra, é na minha casa.
Fantástico: Quantos você já carimbou?
Homem: Olha, eu vou ser sincero. Eu carimbei 1, 5, 10, não. Não foram. Foram muito mais.
Ele sabe que passar a doença de propósito dá cadeia.
“Você é contaminado e essa pessoa registra uma ocorrência falando: ‘foi o cara que me contaminou’. Isso é crime”, conta o homem.
Mas ele não se arrepende e até ri.
Fantástico: Depois você não fica pensando isso não?
Homem: Com drama de consciência? Não. Eu não. Na minha cabeça? Nem passa isso.
O Fantástico preservou a identidade dos dois homens que se dizem "carimbadores" porque eles, e pessoas próximas a eles, poderiam sofrer alguém tipo de represália. Mas, como se trata de um crime, encaminhamos as imagens originais e as informações para o Ministério Público do estado de São Paulo.
“É uma situação gravíssima. O Ministério Público vai identificar essas pessoas e consequentemente vai instaurar um procedimento investigatório criminal para apurar a conduta de cada um deles”, diz o Cássio Conserino, promotor de Justiça.
Um rapaz descobriu que contraiu o vírus há 5 meses. Ele tem certeza que foi vítima de um carimbador. “Eu queria entender por que que uma pessoa faz uma coisa dessas. Eu não sei se é prazer ou se é raiva”, conta o rapaz. No caso dele, o parceiro não contou que tinha a doença e a relação sexual foi sem camisinha. “Se eu tivesse usado, seria diferente a minha vida hoje”, lamenta o rapaz.
Segundo o Ministério da Saúde, entre 2009 e 2013, em média, por ano, 39 mil e 700 brasileiros contraíram o vírus.
“O que temos que fazer é sempre usar o preservativo. Existe também a profilaxia pós-exposição, que é - em 72 horas após a exposição ao risco pode-se buscar também o posto de saúde e buscar esse tratamento que evita a infecção”, destaca Georgiana Braga-Orillard, diretora do Unaids.
“A gente consegue viver com mais qualidade de vida. Porém, isso não é motivo para se banalizar a transmissão do HIV e achar que viver com Aids é tudo muito tranquilo, porque não é”, alerta o ativista Diego Callisto.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Alimentação sem glúten: Como fazer

Como retirar o glúten da sua alimentação e que exames de sangue, fezes e
urina se deve fazer para saber se você tem intolerância ao glúten são 2
do pontos importantes que a nutricionista Tatiana Zanin (CRN3-15097)
explica neste vídeo.

Além disso, ela também explica que a dieta
para doença celíaca, sem glúten, é permanente e é a única forma de
tratamento para a doença, eliminando todos os sintomas como diarréia,
barriga inchada, cansaço, anemia e até dor de cabeça.

A doença
celíaca obriga o doente a comer de forma saudável para não ter
desconforto ou mal estar e no final das contas é uma coisa boa :)

Saiba mais sobre como rtirar o glúten da alimentação em:



alimentos sem glúten listão


Os alimentos sem glúten são:
  • Frutas;
  • Legumes e verduras;
  • Carnes e peixes;
  • Farinha de arroz, mandioca, amêndoa, milho, feijão, ervilha, soja, inhame;
  • Arroz, milho, amaranto, araruta, trigo sarraceno, quinoa;
  • Amido de milho (popular maisena);
  • Tapioca;
  • Fécula de batata;

    Frutas

    Frutas são livres de glúten em seu estado natural. Certifique-se de lavar todos antes de usar.
  • Açaí
  • Maçã
  • Damasco
  • Banana
  • Amora
  • Mirtilo
  • Meloa
  • Alfarroba
  • Cereja
  • Cranberry
  • Groselha
  • Tâmara
  • Figo
  • Uva
  • Goiaba
  • Melão
  • Kiwi
  • Kinkan
  • Limão
  • Lima
  • Mexerica
  • Manga
  • Laranja
  • Mamão Papaia
  • Maracujá
  • Pêssego
  • Pêra
  • Abacaxi
  • Ameixa
  • Caqui
  • Marmelo
  • Framboesa
  • Morango
  • Tamarindo
  • Tangerina
  • Melancia

Vegetais

Vegetais também são alimentos sem glúten naturalmente.
  • Alfafa
  • Alga
  • Araruta
  • Alcachofra
  • Rúcula
  • Aspargo
  • Abacate
  • Feijão
  • Brócolis
  • Couve de Bruxelas
  • Couve-Flor
  • Repolho
  • Cenoura
  • Aipo
  • Milho
  • Pepino
  • Beringela
  • Alho
  • Feijão Verde
  • Couve
  • Alface
  • Cogumelos
  • Quiabo
  • Cebola
  • Salsa
  • Ervilha
  • Pimenta
  • Batata (inglesa e doce)
  • Abóbora
  • Rabanete
  • Espinafre
  • Nabo
  • Agrião

Carnes

Carnes sempre são livres de glúten, a menos que sejam processadas com pães ou empanadas com farinha de pão. Evite molhos de carne, já que a maioria contém glúten.
  • Jacaré
  • Vaca
  • Búfalo
  • Galinha
  • Pato
  • Cabra
  • Ganso
  • Cordeiro
  • Porco
  • Coelho
  • Cobra
  • Peru
  • Codorna
  • Vitela

Ovos e Laticínios

  • Manteiga (certifique-se de não conter aditivos)
  • Caseína
  • Queijo
  • Creme
  • Ovos
  • Leite
  • Creme Azedo
  • Iogurte – puro e sem sabor
  • Soro de Leite

Farinha, Grãos e Trigo

É aqui que você tem que tomar cuidado e prestar muita atenção!
  • Farinha de Amêndoas
  • Amaranto
  • Araruta
  • Farinha de Feijão
  • Besan
  • Arroz integral
  • Farinha de arroz integral
  • Trigo sarraceno
  • Mandioca
  • Farinha de milho
  • Fubá
  • Amido de milho
  • Semente de algodão
  • Dal
  • Semente de Linhaça
  • Milhete
  • Farinha de Ervilha
  • Polenta
  • Pipoca – sem cobertura
  • Farinha de batata
  • Quinoa
  • Arroz
  • Sagu
  • Farinha de Soja
  • Farinha de Tapioca
  • Farinha de Inhame
  • Teff
  • Levedo
  • Iúca

Outros alimentos sem glúten

  • Álcool (a maioria, menos a cerveja, a menos que seja sem glúten)
  • Bicarbonato de Sódio
  • Ervas
  • Mel
  • Geléia
  • Gelatina
  • Suco
  • Castanhas
  • Óleos
  • Sementes
  • Temperos (a maioria)
  • Calda
  • Baunilha
  • Vinagre
  • Vitaminas
  • Vinho
  • Goma Xantana
Essa lista te ajudará quando você não tiver certeza se pode comer um alimento. Pergunte muito quando vai comer fora ou fazer compras. Leia todos os rótulos e tenha cuidado com o glúten escondido nos seus alimentos. Evite molho shoyu, molhos de salada, molhos de carne, caçarolas, farinha de pão, frios e cerveja – a menos que seja cerveja sem glúten.
Publicidade
Agora pode parecer que não é possível comer uma dieta sem glúten, mas não é difícil, apenas dê uma olhada no exemplo de cardápio sem glúten. Você precisa tomar cuidado e ter certeza de que os alimentos que está comendo são livres de glúten. A melhor regra é evitar alimentos processados e comer mais alimentos integrais.
Muitas empresas fazem alimentos sem glúten e comprá-los nunca foi tão fácil. Há até sites que vendem alimentos sem glúten e entregam na sua casa. Leia os rótulos, cheque informações e pergunte!
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)
Publicidade

Por que você precisou ou resolveu procurar por alimentos sem glúten? Quais alimentos são ou seriam mais difíceis ficar sem comer para você, em uma dieta sem glúten? Comente abaixo.

Oftalmologia métodos que melhoram sua visão de modo natural.

Como todos sabem, meu principal objetivo é sempre encontrar métodos que melhoram sua visão de modo natural. E sabendo disso, sempre me perguntam sobre: Existem alimentos, ervas e suplementos que melhoram a visão? E a resposta é sim.
.

Como usar as compressas para os olhos energizadas

É bom lembrar que as plantas e ervas têm energias que afetam nossas questões tanto emocionais, quanto físicas. Eu, por exemplo, deixei de ter uma “farmacinha” alopática e hoje consigo resolver 99% dos pequenos problemas do dia-a-dia com ervas.
Dores de cabeça, no corpo, alergias, inflamações, de tudo um pouco, eu consigo resolver com ervas. Inclusive a saúde dos olhos com as compressas.
Logicamente que isso não substitui o tratamento convencional e você, em momento nenhum, deve suspender nenhum medicamento. Por isso, é sempre imprescindível que você esteja em dia com seu médico oftalmologista.
Um outro detalhe é que é bom lembrar que em nenhum momento vamos usar essas plantas para pingar no olho e nem ingerir. Todas dicas e técnicas se resumem a compressas para os olhos. Tudo de forma externa, sem qualquer contraindicação.
Compressas energizadas
E um dos segredos aqui é a fitoenergia, que é a técnica que ativa a energia das plantas. Algo muito simples e que você pode fazer em casa.

As ervas para compressa no olho

E se você está preocupado com algum tipo de alergia, lembre que aqui só usaremos quantidades bem pequenas das ervas. Até porque só precisamos de um pouca quantidade, já que trabalharemos principalmente a energia delas.
Antes de falarmos sobre as ervas, uma outra dica é tentar não alterar nada nas receitas e compostos. Use essas mesmas ervas e as quantidades que eu estou passando, assim não há perigo algum.
Vamos às ervas?
Compressas Camomila

Camomila

Talvez uma das mais famosas, tem propriedades bem conhecidas e todos a usam para fins calmantes, o que se estende para os olhos. Já em termos de energia a camomila ainda gera bem estar e otimismo. Uma erva muito boa para você trabalhar sua paz interior.
Compressas Erva-Doce

Erva-doce

Além de ser muito cheirosa e ter também propriedades calmantes, a erva-doce ainda é uma erva conhecida por criar uma certa sonolência, o que é ótimo para relaxar a área da visão. Além de que, assim como o camomila, entrega essa paz interior e otimismo.
Compressas Açoita-Cavalo

Açoita-cavalo

Não é tão comum e um pouco mais difícil de encontrar, pode ser usada a partir de qualquer pedaço da planta. E por isso mesmo, você irá encontrá-la tanto em estado fresco, quanto desidratado, e suas propriedades podem ser aproveitadas do mesmo jeito, desde que as folhas não estejam velhas e amareladas.
Boa para o astigmatismo. Em termos fitoenergéticos, vai ajudar você a enxergar nas entrelinhas, o que combina com o astigmatismo. Boa então para desvendar os mistérios e entender melhor tudo ao seu redor.
Compressas Calêndula

Calêndula

Nesse caso eu uso a parte da flor, que é linda e ainda tem propriedades calmantes e anti-inflamatórias. Já em termos de energia, é conhecida não à toa como a “planta da alegria”.
Compressas Eufrásia

Eufrásia

Também não é tão fácil de ser encontrada, pode ser usadas à partir de qualquer parte dela. E aqui uma curiosidade que diz muito sobre essa erva, já que ela também é conhecida como “Eye Bright”, e é sempre muito relacionada a questões visuais, com propriedade cicatrizantes e anti-inflamatórias. Sendo ótimas para conjuntivites.

Como fazer as compressas ficarem energizadas

Primeiro de tudo, para você fazer suas compressas com ervas é preciso alguns cuidados. Eu prefiro usar uma água alcalina, mas o mais importante é nem esquentar a água no micro-ondas e muito menos deixar que ela ferva.
Eu ainda prefiro usar um caldeirãozinho de cerâmica ou de vidro, fugindo sempre do alumínio ou ferro que soltam propriedades prejudiciais à saúde.
E outra coisa importante é, se você não estiver a vontade com os princípios de fitoenergia e como combinar as ervas, ative uma de cada vez. Não é preciso montar um composto logo de cara.
Primeiro de tudo, pegue uma pitadinha da erva e coloque em outro recipiente. Você vai então ativar essa energia, e vai fazer isso com sua própria energia, quase como um Reiki.
Você pode então aquecer suas mãos uma na outra, respirar fundo e aproximá-las da erva. Dê uma energia de gratidão para essa planta que ela vai te devolver. Imagine saindo uma luz verde de seu coração, uma luz prata do topo de sua cabeça e elas vibrando na sua mão e passando essa vibração para as ervas. Quando você conseguir mentalizar essas luzes claramente, a erva está energizada.
Após a energização, é importante misturar a erva com a água, deixar descansar durante três minutos. Umideça um pano ou toalha limpa com o chá e aplique sobre seus olhos fechados.
Compressas quentes relaxam a musculatura e trazem maior circulação sanguínea, mas se você tiver alguma inflamação é melhor fugir da opção quente ou ela irá piorar seu problema. Nesse caso é só deixar ela um pouco na geladeira.
Depois disso, é só relaxar e curtir as melhoras de modo saudável e natural. Seus olhos agradecem.

Quer saber mais sobre saúde natural dos olhos?

Cadastre-se em minha Lista Vip, é totalmente gratuita, e por ela eu envio e-mails com Vídeo Aulas, Dicas e Exercícios Visuais para você praticar.
É por e-mail também que eu aviso quando os Programas Onlines estão com as inscrições abertas. Neles você têm acesso ao meu acompanhamento e também aos programas específicos de exercícios para cada problema visual.
Dois sábados por mês, das 9:00 ás 10:00, no Parque Villa Lobos – São Paulo, bem em frente ao anfiteatro (entrada principal), fazemos exercícios visuais ao ar livre, É totalmente gratuito e sem compromisso!!!
Basta chegar e participar !!!  Convide seus amigos e familiares, e venha sem lentes de contato!
Para saber as datas envie um e-mail para suportedratatiana@gmail.com

terça-feira, 18 de abril de 2017

Low-Carb O que comer? Low carb alimentos permitidos


O caminho mais curto seria falar do que NÃO COMER na alimentação low carb.
Mas para que fique claro a gigante variedade de COMIDA DE VERDADE que temos à disposição e que nos garantem nutrição, emagrecimento e manutenção, vou listar abaixo os alimentos que devem ser consumidos em um estilo low carb de comer:

Low carb alimentos permitidos | Carnes de todos os tipos.

Carne de verdade, in natura.
Tem boas linguiças por aí, mas a maioria a venda contém açúcar e amido na composição.
Salsichas e nuggets não são carne e são cheias de amido.
Evite comprar carnes já temperadas, faça o seu próprio tempero em casa.
Resumindo: Peixes, crustáceos, frango, porco, boi, minhocas. Ok, não precisa comer minhocas, mas você poderia se quisesse. Coma a carne que achar mais gostosa. Bacon inclusive!

 guia completo alimentos permitidos clique aqui
Grilled chicken wings with fresh vegetables. Baked chicken meat with lettuce and tomatoes cherry. Homemade meat on wooden table.
Não é necessário se preocupar com a gordura da carne, coma os seus cortes favoritos na quantidade que quiser.
Leia mais sobre isso nesse artigo onde falo sobre a gordura na alimentação low carb.
Sabia que o consumo de carne na alimentação low carb pode muito bem continuar exatamente o mesmo de antes? Nesse artigo eu explico porque low carb NÃO É a dieta da Proteína.

Low carb alimentos permitidos | Verduras de todos os tipos.

Se você não curte uma saladinha, talvez low carb não seja a melhor estratégia de alimentação para você.
Eu sempre fui maluca por salada e acho que isso é um importante componente de sucesso. E se não curte, faça um esforço. Aquilo que eu sempre falo da força do HÁBITO. Comece com pequenos passos, pequenas mudanças. Põe bastante azeite de oliva e salzinho. Refoga com bacon e creme de leite.
Resumindo: folhas verdes (como alface, rúcula, agrião, escarola, endívia, couve, repolho, espinafre), abobrinha, brócolis, tomate, cebola, alho, pimentão, alcachofra, chuchu, aspargos, palmito, rabanete, pepino, berinjela, quiabo, vagem, couve-flor.
Grilled skewers of chicken and vegetables. Shallow DOF
Uma observação especial sobre batata, cenoura, beterraba e mandioca: esses caras são deliciosos mas são lotados de carboidratos.
Se precisar emagrecer, abra mão deles até chegar ao seu peso ideal, e depois vá inserindo aos poucos, vendo como seu peso reage.

guia completo alimentos permitidos clique aqui


Dicas Para Ter Sucesso Na Low-Carb


Cáncer de mama - Síntomas y señales de alerta

Hoy en Mejor con Salud te contamos todo lo que debes saber sobre el
cáncer de mama, una enfermedad que, si bien afecta mayoritariamente a
mujeres, también pueden padecer los hombres. Dado que un diagnostico
precoz es fundamental, te contamos cómo puedes detectar el cáncer de
mama a tiempo. ¡Descúbrelo aquí http://mejorconsalud.com/como-detecta... !
¿Quieres saber qué alimentos te pueden ayudar a evitar su aparición? Te los contamos en este artículo http://mejorconsalud.com/que-alimento...
Si quieres descubrir más información al respecto, la encontrarás en http://mejorconsalud.com



Diabetes curar dessa doença

Diabetes: conheça a receita natural que pode levar a curar dessa doença


Independente de idade, sexo ou condição social, os danos causados por essa doença são enormes e geralmente afetam órgãos vitais do nosso corpo como rins, fígado e até mesmo o coração. Nos casos mais crônicos da doença, o diabético corre o risco inclusive de perder membros do corpo, como a perna ou o pé por exemplo.
Até onde se sabe, a principal causa do diabetes corresponde a quantidade excessiva de açúcar presente na corrente sanguínea, mas também outros fatores podem colaborar para o desenvolvimento dessa doença nas pessoas, como a genética ou então o sedentarismo e maus hábitos alimentares.
Agora um especialista em medicina das Filipinas chamado Jaime Dy-Liaccoc tem posto isso a prova quando diz que não é o açúcar em excesso que causa o diabetes, mas a falta de sais minerais, que são elementos essenciais para o bom funcionamento do organismo.
De acordo com o especialista filipino a cura do diabetes pode ser alcançada a partir de ingredientes caseiros, facilmente encontrados em nosso dia a dia.

Um bom exemplo de sua teoria é a pimenta. Isso mesmo, a pimenta possui uma substancia chamada de capsaicina que, segundo o dr. Dy-Liaccoc, tem a capacidade de normalizar o nível de açúcar no sangue, promovendo assim a cura do Diabetes.
Esse especialista elaborou uma receita onde, segundo ele, é capaz de promover a cura total para essa doença. Quer saber que receita é essa? Então confira a seguir a receita que pode curar você de uma vez por todas do diabetes e também dos problemas que surgem em decorrência dessa doença.
Receita natural para curar o Diabetes
<
Para fazer essa receita você vai precisar basicamente dos seguintes ingredientes:
02 ovos;
12 pimentas-dedo-de-moça (unidade);
Meia colher (chá) de sal rosa também conhecido como sal do Himalaia;
Modo de fazer:
1. Procure cortar as pimentas em pedaços bem pequenos;
2. Coloque os pedaços de pimenta cortados em um liquidificador para tritura-las bem;
3. Em seguida, você deve adicionar os ovos crus e também o sal do Himalaia juntamente com a pimenta; no liquidificador e bater bem todos os ingredientes;
4. Depois de pronto é só tomar a mistura.
Obs: Os ovos devem ser inseridos crus na receita. Mas procure utilizar ovos nos quais você saiba a procedência, até mesmo para evitar o risco de desenvolver a salmonelose, doença provocada pela ação da bactéria salmonela, comum em ovos in natura. Caso não tenha certeza da origem dos ovos, você pode substitui-los na receita por um pouco de água.
De acordo com o médico filipino, este remédio natural deve ser consumido durante alguns dias para que você finalmente consiga se livrar de vez do Diabetes.


fonte:https://www.natureba.net/diabetes-conheca-a-receita-natural-que-pode-levar-a-curar-dessa-doenca/

combater o mau hálito


O mau hálito é uma situação bastante vergonhosa para quem tem que lidar com ele e muito incômoda para aqueles que, por alguma razão, tem que suportá-lo.Como combater o mau hálito de forma natural

O mau hálito é uma situação bastante vergonhosa para quem tem que lidar com ele e muito incômoda para aqueles que, por alguma razão, tem que suportá-lo.
Ainda que grande parte dos casos esteja associada com uma má higiene bucal, o certo é que hoje se sabe que nem sempre é assim, e que a origem da halitose pode ser diversas doenças como as infecções nas gengivas, os problemas hepáticos ou a sinusite, entre outros.
Estima-se que em todo o mundo cerca de 80 milhões de pessoas sofrem deste transtorno em sua forma crônica, quase sempre associado com as gengivas e os dentes.
No entanto, pelo repúdio social que gera, muitos dos pacientes têm medo de falar sobre seus tratamentos, inclusive com os especialistas.
Tendo em conta que a proliferação bacteriana na língua, gengivas e dentes é a causa principal dos problemas frequentes da halitose, neste artigo vamos compartilhar boas dicas para combater o mau hálito de forma natural.
Escovar bem os dentes
Escova de dente para combater o mau hálito
O uso diário da escova de dente (no mínimo três vezes ao dia) é uma das formas de reduzir a concentração bacteriana na boca que cresce graças aos restos de comida que ficam após a alimentação.
Como escovar os dentes de forma adequada?
A escovação deve durar no mínimo 2 minutos e é imprescindível utilizar um creme dental que ajude a proteger os dentes.
De forma adicional, também se pode aplicar nos dentes um pouco de bicarbonato de sódio para reduzir a acidez e dificultar a proliferação microbiana que gera o mau hálito.
Tomar muito líquido
Uma das causas mais comuns do mau hálito é a sequidão que se produz na língua e em toda a boca como resultado da desidratação.
Play
Mute
Loaded: 0%Progress: 0%
Remaining Time -0:30
Fullscreen
O consumo de água é essencial nestes casos, já que tem o poder de arrastar as partículas de comida e bactérias que ficam acumuladas em várias áreas da boca.
<
Como fazer de forma adequada?
Para que a hidratação ocorra sem problemas é essencial tomar, no mínimo, 8 copos de água, distribuídos ao longo do dia.
Não se deve ingerir a água de uma só vez, já que pode causar efeitos negativos como a hiper-hidratação.
No caso de padecer de sequidão crônica é importante consultar o médico para receber a medicação de um substituto de saliva de venda livre.
Funcho
Funcho para combater o mau hálito
O funcho conta com propriedades antibacterianas e antissépticas que podem frear o crescimento microbiano para neutralizar a halitose.
Como utilizar?
Com este fim, basta mastigar uma colher de funcho para refrescar o hálito e estimular a produção de saliva.
Suas sementes também podem ser mascadas depois de ingerir alimentos com forte odor, mas são mais eficientes se forem combinadas com cravo ou cardamomo.
Canela
Esta popular especiaria usada muito na cozinha e na medicina também conta com ingredientes ativos que podem diminuir o mau odor da boca.
Seu ácido aldeído, um óleo essencial, tem uma forte ação antibacteriana que reduz a quantidade de bactérias presentes na saliva.
Como utilizar?
Preparar uma infusão de canela e usar o líquido como um enxaguante bucal.
Salsinha
Salsinha para combater o mau hálito
Uma das plantas mais utilizadas com o fim de neutralizar a halitose é a salsinha. Esta planta conta com uma quantidade significativa de clorofila que pode combater o mau hálito de forma natural e eficaz.
Como utilizar?
Submergir as folhas de salsinha em um pouco de vinagre de maçã e mastigar durante alguns minutos.
Também se pode aproveitar seus benefícios consumindo seu suco, em especial se o mau hálito tiver origem em patologias digestivas.
Suco de limão
O ácido contido nos limões tem um leve efeito alcalino que pode diminuir a acidez na boca para deter a ação dos microrganismos.
Sua potente ação antisséptica e antibacteriana elimina as bactérias causadoras do desagradável odor para dar uma sensação de frescura e limpeza.
Como utilizar?
Dilua o suco de limão em água e utilize o líquido como enxaguante depois da escovação habitual.
Para melhores resultados, pode-se acrescentar um pouco de sal.
Para ter em conta!
Todos estes remédios podem funcionar como um grande apoio para distanciar o incômodo e vergonhoso mau hálito. No entanto, são necessárias aplicações constantes para obter bons resultados.
Além disso, se esta condição tiver sua origem em transtornos de saúde ou em alguma infecção bucal grave, é melhor consultar o dentista para receber um tratamento mais adequado.

Transtorno de Pânico (ou Síndrome do Pânico)

Transtorno de Pânico (ou Síndrome do Pânico)

O Transtorno de Pânico – como os médicos chamam hoje a Síndrome do Pânico – é caracterizado por ataques de pânico recorrentes e inesperados, acompanhados do medo de ter uma nova crise. A pessoa passa a evitar exercícios físicos, situações desconhecidas ou locais onde tenha sofrido uma crise de pânico.
O ataque de pânico é um período inconfundível de medo intenso ou desconforto intenso, onde ocorrem quatro ou mais dos seguintes sintomas:
  • palpitações, taquicardia (ritmo cardíaco acelerado);
  • ondas de calor/calafrios;
  • tremores;
  • formigamentos (parestesias) ou sensação de anestesia;
  • dor ou desconforto no peito;
  • sudorese (suor excessivo);
  • sensação de falta de ar ou sufocamento;
  • sensação de asfixia ou nó na garganta (aperto ou engasgo);
  • dor ou desconforto torácico;
  • náuseas (enjoos) ou desconforto abdominal (similar à cólica);
  • sensação de tontura, vertigem, instabilidade ou desmaio;
  • desrealização (sensações de irrealidade, estranheza do ambiente) ou despersonalização (sensação de estranheza consigo mesmo; de estar distanciado de si mesmo);
  • medo de perder o controle dos seus atos ou de enlouquecer;
  • pensamentos trágicos ou catastróficos;
  • medo de morrer.
Primeira crise 
O primeiro acesso (crise, ataque) panicode pânico costuma levar as pessoas direto para o pronto-socorro. Sem saber que estão sofrendo de um problema psíquico e emocional, tudo o que elas conseguem pensar é que estão tendo um ataque do coração, que vão desmaiar, morrer ou que estão enlouquecendo.
O ataque costuma atingir seu ápice em 10 a 15 minutos, começa a melhorar em meia hora e, geralmente, se dissipa por completo em uma hora e meia.
Depois de dispensadas no pronto-socorro, não é raro que façam uma peregrinação em consultórios de cardiologistas, pneumologistas, otorrinolaringologistas e neurologistas, e se submetam a uma bateria de exames que as viram do avesso, sem encontrar nada de anormal.
Os sintomas físicos vivenciados na crise de pânico são tão semelhantes aos de um ataque cardíaco que o protocolo de atendimento no serviço de urgência dos hospitais é idêntico para pacientes com sinais dos dois problemas. Ambos têm prioridade na fila de espera e são submetidos a eletrocardiograma e exames de enzima cardíacas. Só depois que o resultado dos testes descarta a hipótese de problemas no coração, levanta-se a possibilidade da crise de ansiedade (apesar das semelhanças nos sintomas, é bom esclarecer que ninguém morre ou tem sequelas físicas em função de um ataque de pânico).
Como essas crises vêm “do nada” – na maioria das vezes elas não acontecem no meio de uma briga ou num momento de tensão explícita -, é difícil para as pessoas se convencerem de que estão padecendo de um problema de ordem emocional, e não de um mal físico. Graças a essa imprevisibilidade, elas também desenvolvem o chamado “medo do medo”, que é uma angústia constante provocada pelo receio de ter uma nova crise, sem que se possa prever.
As pessoas que sofrem de TP não costumam relacionar algum fato ou motivo óbvio que justifique a ocorrência dos primeiros ataques. No entanto, pela prática clínica é possível constatar que, na grande maioria dos casos, existe uma ligação com os eventos da vida dessas pessoas, responsáveis pelo desencadeamento das primeiras crises. Em uma investigação mais profunda, pode-se observar que esses eventos ocorreram entre seis e 18 meses antes.
Em geral, as pessoas com pânico ignoram totalmente essa ligação retrógrada, mas a conexão existe. Os pacientes, em sua maioria, respondem “não” quando questionados sobre a existência de algum acontecimento significativo em suas vidas na ocasião da primeira crise. No entanto, conforme vão descrevendo os meses anteriores ao primeiro ataque, acabam revelando os mais diversos tipos de eventos: ruptura de casamento, cirurgia de emergência, um grave acidente, a morte de um ente querido.
Acontecimentos traumáticos são suportados pelo organismo por um determinado período de tempo, e esse tempo varia de pessoa para pessoa. Porém, existe um momento em que esse frágil equilíbrio é quebrado, e a “reação do medo”, acionada pelo organismo, passa a ser disparada sem qualquer motivo imediato – são os ataques de pânico.
Diagnóstico do “nada”
Infelizmente, o portador de Transtorno do Pânico (TP) pode levar muito tempo até receber o diagnóstico correto e o tratamento adequado. A grande maioria, ao correrem para um pronto-socorro, recebem o diagnóstico do “nada”, que costuma ser acompanhado de comentários do tipo: “Você está ótimo, precisa apenas relaxar um pouco“.
Quem tem pânico, sabe que o tal “nada” pode ser responsável por muito sofrimento, tirando do indivíduo toda a sua capacidade de sonhar, de fazer planos e viver plenamente.
A medicina não conta ainda com métodos que possam diagnosticar alguém com pânico, mas isso não significa que não haja “nada”. Na verdade, isso demonstra a grande dificuldade que muitos profissionais de saúde têm de exercer a empatia (capacidade de se colocar no lugar do outro) na relação médico-paciente.
anxious-1-1431663_freeimagesMonitoração constante
As primeiras crises de pânico deixam a pessoa tão assustada que, dali em diante, ela tende a ficar vigiando qualquer sensação diferente que surge em seu próprio corpo. “Se ela sente o coração fazer ‘tumtum’, quando ele geralmente faz ‘tum tum tum’, já pensa: ‘O que será que está acontecendo?’. O próprio estado de alerta em que ela se coloca nesse momento faz o organismo mudar. O coração começa a acelerar, por conta disso ela sua mais, por conta disso ela fica tonta e a vista escurece. Um sintoma vai desencadeando o outro e vem a crise, que acaba sendo uma reação orgânica a uma interpretação que a pessoa fez”, explica a psicóloga Claudia Gracindo, presidente da Associação dos Portadores de Transtornos de Ansiedade (Aporta).
É bastante comum observar pessoas com transtorno do pânico monitorando a frequência cardíaca, com os dedos nos pulsos ou no pescoço. Muitos pacientes contam que sentem o coração acelerar, bater descompassadamente, e até parar por alguns segundos.
É uma característica da personalidade dessas pessoas a necessidade de controlar tudo – inclusive o corpo.
Pensamentos mais comuns de uma pessoa com Transtorno de Pânico:
  • Vou ter um ataque cardíaco.
  • Vou ficar louco.
  • Vou morrer.
  • Vou ter um derrame.
  • Vão me achar um fraco.
  • Vou desmaiar e vão rir de mim.
  • Não posso ficar sozinho, preciso de alguém para me socorrer.
  • Não consigo controlar minha vida.
  • Preciso ser capaz de controlar tudo.
  • Não posso dirigir, vou perder o controle do carro e bater (ou passar mal). 
  • Não posso fazer sexo, senão posso enfartar.
  • Se eu não dormir, posso enlouquecer ou ter uma síncope (colapso nervoso).
  • Não posso me emocionar nem chorar, senão perco totalmente o controle das minhas emoções.
Alguns pensamentos ocorrem com tanta frequência entre as pessoas com pânico que praticamente são unânimes ou universais. Entre eles, três merecem destaque, por responderem por grande parte do sofrimento desses pacientes: o medo da morte, de enlouquecer e de perder o controle sobre seus atos, coisas e pessoas.
Cura/Tratamento
shiny-brain-1150907As causas de cada transtorno mental ainda não foram descobertas, assim como a cura.
Os tratamentos disponíveis, embora efetivos, nem sempre são capazes de reverter o problema ou impedir seu desenvolvimento, mas, na maior parte das vezes, aliviam os sintomas (o sofrimento) e permitem que as pessoas levem suas vidas com qualidade.
A combinação de remédios e psicoterapia, em especial a abordagem TCC (Terapia Cognitivo-Comportamental), que tem apresentado os melhores resultados no tratamento dos transtornos de ansiedade. O uso da medicação pode ser essencial, e esta avaliação deve ser feita somente por um profissional especializado – no caso, um psiquiatra ou um psicólogo.
Quem sofre de transtorno mental só vai se beneficiar dessa ajuda se aceitar e seguir um tratamento apropriado. Para isso, ele talvez precise superar qualquer receio de falar sobre seu problema. O tratamento pode incluir conversas com profissionais de saúde mental que poderão ajudá-lo a entender melhor sua doença, a resolver problemas do dia a dia e a reforçar a necessidade de não interromper o tratamento. Nessas consultas, um membro da família ou um amigo pode ter um papel vital em dar o apoio necessário.
É bom lembrar que muitos pacientes não conseguem sair de casa sozinhos.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Felizmente, nos últimos anos tivemos boas e animadoras notícias em relação ao tratamento dos transtornos de ansiedade, e hoje dispomos de um leque de possibilidades medicamentosas, que prometem causar bem menos efeitos colaterais. De mais a mais, o progresso ocorrido no campo das terapias psicológicas de apoio foi significativo.
A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) provou ser capaz de mudar os esquemas de pensamento que aprisionam os pacientes aos seus próprios medos, além de alterar o seu comportamento (atitudes) diante dos fatores de ansiedade que desencadeiam.
Em relação às novas medicações, algo curioso aconteceu: a constatação da frequente associação entre ansiedade e depressão fez com que os pesquisadores estudassem o uso de substâncias originalmente utilizadas como antidepressivos também para os casos de transtornos de ansiedade. A boa surpresa foi que algumas dessas substâncias se mostraram realmente eficazes em determinadas formas de ansiedade patológica.
Atualmente podemos afirmar que em 80% dos casos de transtornos de ansiedade é possível melhorar muito a qualidade de vida dos pacientes. Após a conquista desse bem-estar, é muito importante que o paciente prossiga em sua terapia de manutenção, pois essa prática é bastante eficaz na prevenção de recaídas, que podem vir a ocorrer.
time-1425553Duração do tratamento
As doenças da mente, depois que surgem, tendem a se cronificar. Algumas melhoram com a idade, outras vivem altos e baixos, e há aquelas que evoluem progressivamente, limitando, pouco a pouco, a vida do indivíduo. Por isso, não há como um médico prever ou mesmo definir a duração de um tratamento.
Tanto os médicos quanto os psicólogos precisam de empenho e persistência, pois, em alguns casos, ocorre uma grande dificuldade em se estabelecer o tratamento mais adequado para cada paciente e sua forma de ansiedade. Todo “bom” ansioso tem pressa, e quer sentir os benefícios do tratamento rapidamente. No entanto, os remédios não são pílulas milagrosas, e precisam de algum tempo (cerca de 6 a 8 semanas) para que atuem da maneira esperada. Muitos pacientes não suportam alguns efeitos colaterais – como dores de cabeça, de estômago, enjoo, ganho de peso – e desistem do tratamento antes de sentirem qualquer benefício – e é comum fazerem essa descontinuação sem a orientação do médico.
Interromper o uso da medicação repentinamente pode causar sintomas de abstinência (síndrome de descontinuação) e ainda aumenta o risco de recaídas da depressão. Da mesma forma que não se deve tomar remédios por conta própria, a retirada dos antidepressivos deve ser feita sempre com acompanhamento de um especialista.
Informações importantes
  • sofrer um ataque de pânico não significa sofrer com TP, afinal, várias condições diárias, como estresse familiar, no trabalho e uso de substâncias como álcool, anfetaminas, cigarro, cafeína, cocaína e maconha podem, esporadicamente, desencadear crises de pânico; no entanto, se os ataques forem frequentes e a pessoa passar a se preocupar permanentemente com a possibilidade de uma nova crise, ou mesmo com as possíveis consequências catastróficas (enfarte cardíaco, derrame cerebral, enlouquecimento etc.), o diagnóstico de TP deverá ser feito;
  • apesar de apresentar uma frequência relativamente baixa, o TP é campeão entre as pessoas que procuram ajuda e tratamento médico; o motivo seria o grande sofrimento e desespero vivenciados durante um ataque de pânico;
  • o TP frequentemente é acompanhado da agorafobia, que é um medo intenso e injustificável de estar em lugares amplos ou com muitas pessoas. Nesses casos, o receio deve-se à dificuldade de terem acesso a qualquer tipo de socorro, caso haja necessidade de um atendimento médico ou qualquer outro tipo de ajuda. A agorafobia leva as pessoas a evitar situações cotidianas diversas, como ficar sozinhas em casa, sair de casa, andar de ônibus, carro, elevador, avião, trem, metrô, ou ainda atravessar pontes, viadutos ou passarelas. Quase sempre as pessoas que sofrem de agorafobia necessitam da presença de pessoas de confiança para enfrentar essas situações;
  • grupos de apoio (mútua ajuda) podem ser uma ótima ajuda no tratamento;
  • com tratamento adequado e o apoio da família e das pessoas próximas, o paciente pode recuperar a autoconfiança e voltar a viver de maneira plena, ser produtivo, e feliz! :)
Fonte: livros Mentes Ansiosas, de Ana Beatriz Barbosa Silva, e Não é Coisa da Sua Cabeça, de Naiara Magalhães e José Alberto de Camargo; experiência pessoal (Karen Terahata).
Imagens: Freeimages.com

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Agrião anti-inflamatório das vias respiratórias


Agrião


Agrião

Agrião
Verdura de sabor ligeiramente amargo e bem popular na mesa brasileira. O agrião é um excelente anti-inflamatório das vias respiratórias, muito indicado nas bronquites crônicas. Ele também age contra um mal bem moderno: a nicotina - ainda que, claro, nenhuma planta apague de vez os seus estragos.

Nome científico: Nasturtium officinalis

Nomes populares: Agrião d´água, agrião-aquático, agrião-do-rio

Fins medicinais: Diurético, anti-inflamatório, pode ser usado para tratar aftas, gengivites, acne e eczemas, ajuda melhorar a digestão e tratar a tosse.

Como usar: A simples digestão do agrião libera substâncias expectorantes que ajudam a limpar as vias respiratórias. Pode ser consumido em saladas, batido em sucos ou tomado em chás ( 1 colher de sopa de folhas secas para uma xícara de chá de água fervente, três vezes ao dia)

Atenção! Por ser abortiva, a infusão de agrião não deve ser consumida por grávidas. Além disso, o excesso costuma irritar a mucosa do estômago e as vias urinárias. Não deve ser ingerido por quem tem úlceras e doenças renais inflamatórias

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Mesothelioma Law Firm (Quais são os sintomas de câncer de pulmão?)


Quais são os sintomas de câncer de pulmão?

Os sintomas relacionados ao câncer de pulmão são diferentes de acordo com a localização do tumor no pulmão. Entre eles, podemos mencionar:

Tosse, geralmente seca, com persistência por mais de três semanas, ou nos fumantes com tosse crônica quando ocorre mudança da mesma, tornando-se mais intensa ou em horários diferentes dos habituais.

Dispnéia (falta de ar) podendo estar relacionada aos esforços ou mesmo as atividades habituais como tomar banho e em alguns casos até mesmo no repouso. Geralmente surge de forma leve ocorrendo piora com o passar do tempo.

Dor torácica continua, podendo estar relacionada com os movimentos respiratórios ou com a posição.

Hemoptise, ou seja, presença de sangue no escarro, juntamente com a tosse, sintoma também bastante associado a tuberculose.

Pneumonias de repetição ou “mal curadas”.

Inchaço no pescoço ou na face.

Perda de peso importante.

Rouquidão por mais de 1 semana.


O que é câncer de pulmão?
Câncer de pulmão é um tumor maligno que se inicia em um dos pulmões. Como acontece com vários tumores, após exposição aos fatores de risco, uma célula normal do pulmão sofre uma mutação em genes específicos que estão relacionados à multiplicação celular. Essa mutação faz com que essa célula se multiplique descontroladamente, levando à formação de um conglomerado de células - o câncer. Esse conglomerado de células possui características específicas, diferentes dos tecidos normais. Uma dessas características é a capacidade de gerar metástases, que são células que se “desprenderam” do tumor inicial e foram parar em outros locais do corpo, onde continuam se multiplicando, gerando novas lesões. Existem diversos tipos diferentes de câncer de pulmão. Em geral eles são divididos em dois grandes grupos: “carcinomas células não-pequenas” e os “carcinomas de pequenas células”. O primeiro grupo é o mais frequente, sendo os adenocarcinomas e os carcinomas epidermóides os subtipos mais comuns desse grupo.

Quais são os fatores de risco?
O principal fator de risco é o tabagismo. O tabaco possui mais de mais de 4000 produtos químicos sendo 60 deles já identificados como tumorigênicos. O risco é proporcional ao número de cigarros fumados por dia e ao número de anos de tabagismo. Cerca de 90% dos pacientes com câncer de pulmão fumam ou já fumaram durante a vida. Dentre a população que não fuma, o câncer de pulmão é extremamente raro e possui características específicas, diferentes do câncer de pacientes tabagistas. A população que não fuma, mas que é exposta à fumaça de cigarro (tabagismo passivo) apresenta risco aumentado de câncer de pulmão, que é inferior ao risco daqueles que fumam, no entanto cerca de 25% maior do que aqueles que nunca fumaram. Existem outros fatores de risco como exposição a arsênio, cromo, asbesto, sílica, cádmio, radônio, entre outros, mas nenhum deles é tão importante quanto o consumo de tabaco e seus derivados. História familiar de câncer de pulmão e fibrose pulmonar também aumentam o risco de câncer de pulmão, em menores proporções.

Quais são os sinais e sintomas?
Os sintomas são muito variáveis, dependendo da localização do tumor e os sítios de doença metastática. Os mais comuns são:
• tosse (com ou sem sangue)
• falta de ar
• dor torácica
• dificuldade para engolir
• perda de apetite
• emagrecimento
• dor nas articulações
• cansaço
• desânimo
• dor de cabeça
• náuseas / vômitos
• dor nos ossos


Como prevenir este tipo de câncer?

A principal maneira de se prevenir o câncer de pulmão é evitando o tabagismo. Várias políticas públicas de saúde têm sido realizadas nas últimas duas décadas com esse objetivo, o que tem se traduzido na redução da população tabagista no país. Para aqueles pacientes que fumam ou fumaram, a tomografia computadorizada (TC) de baixa intensidade de dose realizada uma vez ao ano também está associada à redução de mortalidade por esse tipo de câncer. É indicada especificamente para aquelas pessoas entre 55 e 74 anos e carga tabágica maior que 30 maços/ano. O cálculo da carga tabágica é realizado pela multiplicação do número de maços fumados por dia pelo número de anos de tabagismo. Por exemplo, um cidadão que fumou 40 cigarros por dia (2 maços) por período de 30 anos possui uma carga tabágica de 60 maços/ano (2 x 30).

Como é o tratamento?
O tratamento do câncer de pulmão é complexo e exige participação de várias especialidades médicas (oncologia, cirurgia, radioterapia, radiologia) bem como vários profissionais de saúde (equipe multidisciplinar – enfermagem, fisioterapia, nutrição, fonoaudiologia). Para o adequado planejamento do tratamento é necessário que seja realizada uma biópsia e a seguir os exames de estadiamento, que têm por objetivo ver o quão avançada está a doença. Os exames mais frequentemente utilizados para isso são tomografia, ressonância, PET-CT, cintilografia óssea, mediastinoscopia, entre outros. Para os pacientes com doença apenas no pulmão (sem metástases) e particularmente sem linfonodos (“ínguas”) no mediastino (região entre os dois pulmões) o tratamento é cirúrgico, seguido ou não de quimioterapia e/ou radioterapia. Para aqueles com doença localizada no pulmão e nos linfonodos, o tratamento é realizado com radioterapia e quimioterapia ao mesmo tempo. E para os pacientes que apresentam metástases à distância o tratamento é realizado com quimioterapia ou, em casos selecionados, algumas medicações via oral (terapia alvo).

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Dia Mundial do Ovo

 ! ajude com uma doaçao dados para deposito banco do brasil agencia 06432 conta 263508



O Dia Mundial do Ovo celebra-se a 14 de outubro em 2016.
É na segunda sexta-feira de outubro que se comemora anualmente o Dia Mundial do Ovo, que foi introduzido pela Comissão Internacional do Ovo em 1996.
Os grandes objetivos deste dia passam por divulgar os benefícios dos ovos para a saúde e aumentar o consumo deste tipo de alimento. Os ovos são ricos em proteínas, vitaminas e minerais, enquanto são pobres em teor calórico. Além de ser uma fonte importante de colina e de nutrientes, o ovo é barato, tornando-se um alimento versátil na cozinha, completando qualquer refeição do dia.
Os atletas comem ovos crus para o treino, mas os ovos são mais consumidos estrelados, mexidos ou cozidos. Eles podem ser ingeridos numa omelete ou em pratos mais doces, como bolos.
Neste dia aproveite para comer um dos alimentos mais completos que existe, da forma que mais lhe convier.
https://youtu.be/yARtamYM14w

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

AVELÓS (AVELOZ)





TUTORIAL ENSINANDO COMO COLHER, PREPARAR (dosagem) E CONSERVAR O AVELÓS




Procedimento para pedir o avelós

AVISOS IMPORTANTES PARA OS LEITORES:

Assistam o tutorial de como retirar o avelós e
preparar.
Atenção: se o avelós que chegar pelo
correio tiver uns gominhos brancos dentro, não se preocupem com isso. É normal.
O avelós do tutorial é muito leitoso e lisinho, porém, se eu o chacoalhar o
frasco ele ficará mais claro e se formarão gominhos. Por causa disso também,
estou colocando menos avelós e mais água na garrafinha. Não receberão tão
leitoso como o do tutorial, portanto ao prepara a garrafa grande, levará um
pouco mais da garrafinha pequena do que o apresentado no tutorial, que bastou
um pouquinho para tomar aquela cor de água de coco. Viva a Vida com ou sem
câncer.

Conversar com todos e plantar esperança nos corações é tudo o que
pretendo, porém, eu trabalho ministrando aulas e nunca desligo o celular porque
pode ser minhas  filhas, algo sério, urgente. Por isso peço que, por
favor,
não me liguem em horário comercial, nem de
almoço. O horário ideal para telefonar é mesmo a noite, exceto as terças e
quintas feira. Durante o final de semana pode ligar a vontade qualquer horário,
menos no sábado a noite

2-    Algumas pessoas ligam para perguntar o que
está escrito no blog
. Por exemplo, como colher, preparar, usar e
conservar o avelós. Existe, inclusive, um tutorial (acima) onde eu ensino a
colher, preparar a dosagem e conservar.
Para encontrar cliquem na plantinha de avelós do lado direito
3-    
Outras pessoas ligam para perguntar se eu
tenho uma receita para outras doenças,
dietas etc.... Não sou da área de
saúde, minha área de estudo, formação, paixão e trabalho é literatura, produção
textual e texto jornalístico
4-    Quanto à ardência na garganta é uma
realidade. O avelós provoca algumas vezes essa ardência incômoda e chata. Mas
com o tempo não mais sentimos. O preparo precisa ficar fraco conforme ensino no
tutorial, pois forte causa diarreia
5 - ATENÇÃO: recebo
constantemente endereços e informações sobre a compra e a doação do avelós, mas
não conheço ninguém. Algumas pessoas telefonam para um explorado chamado Nelson,
que vende a garrafa por um preço absurdo, então o contato dele poderá estar
aqui disfarçado, com outro nome coisa e tal. Ele pode se passar por doador
usando o endereço eletrônico de um amigo. Manda uma mensagem para mim dizendo
que é doador e eu publico sem saber. Daí que a pessoa liga e ele aplica o golpe.
Pesquisem o preço, não comprem no primeiro. Como medida preventiva de não cair
nas mãos desse explorador.



6 - OBS:
O Centro (que se diz ESPÍRITA, Herculano Pires, explora. Vende a garrafada do
avelós pelo valor de 180,00 reais e diz que é apenas uma contribuição. Não
comprem com eles antes de tentar conseguir gratuito, ou antes, comprar em uma
farmácia de manipulação. Muitas farmácias de Manipulação são impedidas pela
ANVISA de manipular o avelós, mas há outras tantas fabricando.  Procurando
acha-se. Procurem por Tintura de avelós.
7 - Ao
adquiriu o avelós por gentileza mande e-mail dizendo como conseguiu para se possa
postar aqui e ajudar outras tantas pessoas que desesperadas procuram o avelós. hconserva@hotmail.com. GRATA
8 - Uma árvore
(arbusto) de avelós é comum no Brasil. Se você sair perguntando vai encontra,
tenho certeza. É fácil identificar. Imprima uma imagem dele e saía por aí
perguntando e mostrando a imagem. Quem procura acha!
Na região norte fluminense - Rio de Janeiro o
avelós é utilizado como cerca viva- nas estradas de acesso às praias, às
roças...e é conhecida pelo nome de GAIOLINHA. Em alguns lugares ninguém conhece
como avelós, por isso ao procurar é bom que saibam seus vários nomes: dedo de
anjo, graveto do cão, canela de frade, cega-olho. O ideal é imprimir a imagem
da internet para mostrar as pessoas.











MUITO GRATA
! ajude com uma doaçao dados para deposito banco do brasil agencia 06432 conta 263508

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs