ache aqui

google.com, pub-0465069744057450, DIRECT, f08c47fec0942fa0
Mostrando postagens com marcador beauty and health. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador beauty and health. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Plastica com silicone de graça pelo SUS

Cirurgia de gigantomastia gratuita pelo SUS. É o nome dado para o caso de mulheres que têm os seios muito grandes, também conhecida como cirurgia de redução da mama. A cirurgia de redução evita problemas na coluna por causa do excesso de peso dos seios

Quais cirurgias plásticas são feitas pelo SUS?

As cirurgias plásticas reparadoras cobertas pelo SUS (Sistema Único de Saúde) são feitas em: hospitais-escola, hospitais públicos e hospitais universitários de forma gratuita. Os casos mais frequentes são:
  • Reconstrução mamária após remoção do seio com câncer, que é obrigatório ao SUS pela lei federal nº 10.223 (15/05/2001);
  • Fenda palatina. Este é um problema genético que causa uma deformação na região da boca e no nariz da pessoa;
  • Crianças com lábio leporino. Essa condição parece com o da fenda palatina e pode atingir até os dentes e a gengiva;
  • Queimaduras que levaram a deformações;
  • Redução de estômago (bariátrica);
  • Abdominoplastia para remoção de excesso de pele após cirurgia do estômago;
  • Mudança de sexo. Essa é feita em mulheres que não se identificam com o corpo que têm, modificando os órgãos genitais e os seios;
  • Laqueadura e vasectomia;
  • Orelhas de abano;
  • Catarata;
  • Hiperhidrose (suor excessivo)
  • Gigantomastia. Também conhecida como cirurgia de redução da mama, para o caso de mulheres que têm os seios muito grandes
  • Deficiência ou deformidades no rosto.
É importante verificar se o Estado ou município que você mora tem uma legislação específica que fale sobre esse assunto, para saber que tipo de cirurgia plástica os hospitais cobrem ou não. No Rio de Janeiro e em São Paulo, por exemplo, mulheres que ficaram com sequelas físicas decorrentes de ataques sexuais também podem fazer cirurgias plásticas reparadoras pelo SUS.

Posso fazer uma cirurgia plástica estética pelo SUS?

Sim. Apesar de a lei só falar de cirurgias plásticas reparadoras e funcionais, cada instituição é responsável por analisar cada caso e aprovar ou não. Então, se os profissionais de um hospital avaliarem um pedido de cirurgia plástica estética e acreditarem que seja algo necessário para que a vida do paciente retome a normalidade, e não apenas por vaidade, a cirurgia plástica estética pode ser aprovada sim.

Como conseguir fazer uma cirurgia plástica pelo SUS?

Se você tem algum problema que citamos anteriormente e precisa fazer uma das cirurgias plásticas para ter mais qualidade de vida, aumentar a sua autoestima e a sua vida voltar ao normal, precisa procurar um posto de saúde perto da sua casa e marcar uma consulta para pedir uma avaliação do seu caso. O médico vai te examinar e pode até te encaminhar para um psicólogo ou assistente social antes de tomar uma decisão. Caso você se encaixe nos requisitos, ele te encaminhará para a fila de espera do SUS.
Se o hospital da sua cidade ou município não fizer o tipo de cirurgia que você precisa, mas você tiver o direito de fazer, você deve pedir um encaminhamento para o hospital público da cidade mais próxima que faça esse procedimento.

Quem pode fazer uma cirurgia plástica pelo SUS?

O Sistema Único de Saúde (SUS) prioriza:
  • os casos de nascença
  • casos que a pessoa corre risco de morte
  • casos de doença mais grave
  • e mulheres que passaram pelo câncer de mama.
A preferência é de pessoas que não tenham condições financeiras para fazer esse procedimento em clínicas particulares.

Que documentos preciso apresentar?

A documentação exigida para fazer uma cirurgia plástica pelo SUS pode variar de acordo com o local. Geralmente é exigido o documento de identidade, o cartão do SUS e o encaminhamento médico.

Quanto custa uma cirurgia plástica pelo SUS?

Para fazer uma cirurgia plástica pelo SUS você não precisa pagar nada. A cirurgia é sem custo nenhum pro paciente. Por conta disso, a fila de espera costuma ser grande e dependendo do seu caso, pode demorar bastante para agendar a cirurgia, mas vale a pena.
Talvez você também se interesse por nossos textos sobre:
Gostou das nossas dicas e informações? Deixe seu comentário!
----------------------------------------------- google.com, pub-0465069744057450, DIRECT, f08c47fec0942fa0 -----------------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Topiramato emagrece mito ou verdade?

Topiramato emagrece mito ou verdade? Como tomar (topamax), Bula, melhor preço e efeitos colaterais

 

Topiramato emagrece porque ele é um medicamento que combate o transtorno compulsivo por comida. Conheça mais sobre a sua atuação em seu corpo, indicações, preços, efeitos colaterais e a bula.

O medicamento Topiramato é um meio pelo qual você pode perder peso rapidamente sem muito esforço. A sua principal função é ser eficaz no tratamento de enxaqueca e epilepsia. Por esse motivo, deve ser moderadamente ingerido e usado de forma correta.
Remédio para emagrecer Topiramato
Topiramato Emagrece
Como ele funciona afetando vários processos químicos no cérebro, ele tende a ser eficiente para controlar a sua ansiedade e vontade de comer toda hora. Por essa razão, muitos especialistas na área de emagrecimento recomendam o seu uso, então por esse motivo, Topiramato Emagrece.

Topiramato Emagrecer de verdade?

Assim, se você realmente deseja emagrecer satisfatoriamente, então, ele pode ser um auxílio nesse processo. É importante salientar que você deve continuar com a sua dieta e a prática de exercícios a fim de que o resultado seja exitoso.
Conheça mais sobre topiramato como a sua bula, indicações e contra indicações, efeitos colaterais e seu preço.

Topiramato Bula

Se você decidir começar o seu processo de emagrecimento com o topiramato, então diga algumas recomendações quanto ao bom uso. Abaixo Quero Dieta listou o que você deve se atentar e seguir:
  • Você não deve engolir inteiro o comprimido de topiramato. Também não deverá esmagar e nem mastigar, pois ele deixa um sabor amargo na boca
  • Uma vez que você começar a tomar esse medicamento, não pare por conta própria ou de repente. Se você parar de tomar o topiramato é possível que aumente o risco de convulsões. Se necessitar parar de tomá-lo, o seu médico diminuirá gradualmente a sua dose.
  • Se você falhar uma dose de topiramato, tome-o mais rapidamente possível. Se estiver dentro de 6 horas da dose seguinte, pule a dose esquecida e volte ao seu esquema de dosagem regular. Não tome 2 doses de uma só vez. Fale com o seu médico se perder mais de 1 dose de topiramato.
  • Tome topiramato por via oral, com ou sem alimentos.
  • Beba bastante líquido enquanto estiver tomando topiramato. Faça isso, pois pode ajudar a prevenir a formação de cálculos renais. Consulte o seu médico para obter mais instruções.
  • Não beba álcool enquanto tomar topiramato.

Topiramato Indicações e contra indicações

O Topiramato emagrece devido o efeito de controlar a vontade excessiva de comer. No entanto, ele pode não servir para você por conta de apresentar alguns probleminhas. Sendo assim, se você é alérgico a qualquer ingrediente de topiramato, então, não tome.
Outro aspecto importante que faz com que seja contra indicado para você é se tem níveis elevados de ácido no sangue (acidose metabólica) e se está tomando um medicamento contendo metformina.
Antes de você tomar esse remédio para emagrecer verifique com o seu médico se está apta para seguir o tratamento com topiramato.

Topiramato Efeitos Colaterais

Todos os medicamentos que tem o objetivo de emagrecer podem causar efeitos colaterais. No entanto, algumas pessoas sentem mais que outras e muitas nem sequer sofrem de alguma dor ou incômodo.
Sendo assim, verifique com o seu médico se alguns destes efeitos colaterais mais comuns persistem ou se tornam inconvenientes. Caso sinta algum deles, fale com o seu médico imediatamente:
  • Constipação
  • Diarreia
  • Tontura, sonolência, boca seca, rubor, dor de cabeça
  • Perda de apetite, náusea
  • Nervosidade, dor de estômago
  • Sintomas de infecção do trato respiratório superior (por exemplo, tosse, dor de garganta leve, corrimento ou nariz entupido, espirros)
  • Alterações do paladar, cansaço
  • Dificuldade para dormir, fraqueza e perda de peso.

Topiramato Preço

Topiramato
Topiramato Preço

Topiramato Emagrecer, Menor Preço!

Você poderá encontrar topiramato preço a mais ou menos R$ 65,00 (sessenta e cinco reais) nas farmácias pela internet. Em geral, o topiramato deve ser tomado duas vezes ao dia.
Contudo, seu médico poderá recomendar que você tome o medicamento uma vez ao dia, ou em doses maiores ou menores. Quem irá definir a quantidade exata é o seu médico, por isso, siga a sua orientação adequadamente.
Pesquise na internet sobre preço de Topiramato, mas tenha cuidado ao fazer a compra, pois existe muitos falsificadores na internet.
Caso você queira deixar um comentário abaixo, falando sobre se o Topiramato Emagrece, fique à vontade!
Curta a nossa fanpage Emagreça Rápido e acompanhe as nossas novidades do mundo do emagrecimento.

https://querodieta.com/remedio-para-emagrecer/topiramato-emagrece/ ----------------------------------------------- google.com, pub-0465069744057450, DIRECT, f08c47fec0942fa0 -----------------------------------------------------------------------------------------

Emagrecer com orlistat ( minha experiência)







Emagrecer com orlistat ( minha experiência)




-----------------------------------------------

google.com, pub-0465069744057450, DIRECT, f08c47fec0942fa0


-----------------------------------------------------------------------------------------


quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

vagem do jucá fruto amazônico contra a leishmaniose

fruto amazônico que pode baratear e simplificar o tratamento da leishmaniose

Emulsão é feita a partir da vagem do jucá, já usada por ribeirinhos da região em forma de chá para tratar diversas doenças; em testes com roedores, aumento de feridas caiu de 300% para 25%.

 


m fruto amazônico amplamente utilizado como remédio caseiro pelas populações ribeirinhas da região pode ser a chave para ajudar a baratear e simplificar o tratamento da leishmaniose, doença que provoca ulcerações na pele e que atinge cerca de 3 mil pessoas ao ano no Brasil.
Um grupo de pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) testa um creme fitoterápico à base do jucá (Libidibia ferrea) como terapia alternativa às dolorosas injeções do tratamento contra a leishmaniose do tipo tegumentar (LT).
Os testes iniciais com o creme, em roedores, foram animadores. Segundo os pesquisadores, os animais tratados com o preparado à base do jucá tiveram 25% de crescimento de lesões relacionadas à doença, em comparação ao aumento de 300% dos animais que não receberam nenhum tratamento.
O estudo, que começou no Laboratório de Leishmaniose e Doenças de Chagas do Inpa, tem o objetivo de desenvolver um medicamento eficaz, de uso tópico e com uma logística de distribuição simplificada para auxiliar os pacientes que moram em áreas de difícil acesso.
A ideia é que o creme feito com a planta possa ser associado à medicação recomendada pelo Ministério da Saúde e usada há mais de 50 anos, o glucantime, para agir como coadjuvante no tratamento da leishmaniose tegumentar.
O jucá, também conhecido como pau-ferro, é um velho conhecido dos ribeirinhos da região amazônica, muito utilizado por eles em forma de chá como remédio caseiro para diversas enfermidades.
Árvore nativa do Brasil, ele está amplamente presente nas regiões Norte e Nordeste. Tem propriedades antissépticas, antienvelhecimento, antioxidantes e antipigmentação. Também é usado como adstringente, antidiarreico, cicatrizante, sedativo, tônico, anti-inflamatório, expectorante e até mesmo afrodisíaco leia mais aqui
----------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------------------------

AMOSTRA GRATISNET: Nota Legal (TROQUE SUA NOTA FISCAL POR MEDICAMENTO...

AMOSTRA GRATISNET: Nota Legal (TROQUE SUA NOTA FISCAL POR MEDICAMENTO...: ----------------------------------------------- --------------------------------- --------------------------------------------...



-------------



-----------------------------------------------



-----------------------------------------------------------------------------------------
O Programa Nota Legal devolve até 30% do
ICMS e do ISS efetivamente recolhido pelo estabelecimento a seus
consumidores. Ele é um incentivo para que os cidadãos que adquirem
mercadorias ou serviços exijam do estabelecimento comercial o documento
fiscal.








Como funciona a Nota Legal do governo?

 O programa Nota Legal é uma iniciativa das Secretaria da Fazenda de
diversos municípios brasileiros, que procura desestimular a sonegação de
impostos de estabelecimentos por meio de um incentivo material aos
consumidores destes locais.

 Além de beneficiar toda a população, na medida em que todas as pessoas
eventualmente consomem algo, é um grande aliado dos cofres públicos, uma
vez que o controle eficaz da arrecadação de empresas com grande volume
de transações diárias é muito complicado.

 

O que é a Nota Legal?


O programa Nota Legal busca estimular os consumidores a solicitarem a
nota fiscal de produtos e serviços que adquirem, recebendo bonificações
de diferentes tipos sobre o ato – beneficiando, portanto, a si mesmo e
aos cofres públicos.


O propósito do programa é acabar com o antigo hábito brasileiro de
permitir que estabelecimentos comerciais realizassem suas vendas sem
fornecer a nota fiscal. Sem oferecer este comprovante, os
estabelecimentos nem sempre acabavam declarando a arrecadação. Isso
gerava um prejuízo significativo para cofres públicos, que deixavam de
arrecadar para reinvestir em infraestrutura.


Pedir a nota fiscal nada mais é do que a execução correta de uma
compra, mas entendeu-se que adotar uma medida punitiva para isso não
seria interessante para a população, que não estava deixando de exigir
as notas com a intenção de ativamente prejudicar as instituições
públicas.


Para remediar a situação, desenvolveu-se a Nota Legal, que é o
programa que oferece descontos tributários, sorteios de prêmios ou
doações signficativas para instituições de caridade sobre todas as notas
que forem exigidas e tiverem o CPF do comprador inserido.



Funciona em todo o Brasil?

Com o nome Nota Legal, o programa funciona em algumas capitais do
país e algumas cidades que já tenham implementado a Nota Fiscal
Eletrônica para Serviços prestados. Como a arrecadação deste fim
específico é convertida para os cofres municipais, cada cidade opta por
realizar ou não algum programa de incentivo.


As regras específicas também dependem daquilo que se estabelece em
cada cidade. No Distrito Federal, por exemplo, a Nota Legal retorna em
uma significativa isenção de impostos para os cidadãos que pediram a
nota fiscal. Em Porto Alegre, por outro lado, há o sorteio regular de
prêmios em dinheiro para os participantes que incluírem seu CPF nas
notas exigidas.


O nome Nota Legal pode sofrer variações de cidade para cidade. No
caso de São Paulo, por exemplo, fala-se da Nota Fiscal Paulistana, que
funciona nos mesmos moldes, e pode ser considerado um programa
semelhante, diferenciando-se apenas a nomenclatura escolhida.



Como participar?



Foto: Agência Brasília/Flickr/CCBY
Como os programas que seguem o modelo da Nota Legal são administrados
municipalmente, é importante que o cidadão informe-se se há e como
funciona o programa de incentivo à arrecadação estimulada de sua cidade.


Se sua cidade já tiver implementado a Nota Fiscal de Serviço
Eletrônica, as chances de haver algum tipo de programa de incentivo ao
estilo Nota Legal são maiores. Se ainda não possuir, informe-se com as
autoridades sobre as intenções de migração para este sistema mais
moderno de arrecadação pública.



E se minha cidade não possuir a Nota Legal?

Mesmo que seu município não tenha nenhum tipo de programa de
incentivo implementado, é importante que você sempre exija que o
estabelecimento comercial ofereça a nota de prestação de serviço.


Embora você não concorra a prêmios e descontos, neste caso, você
garante que a cidade arrecade o dinheiro que deve para investir em
educação, saúde e outros itens públicos relacionados à infraestrutura.


Mais do que concorrer a benefícios, exigir a nota fiscal é um exercício de cidadania.





quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Vitamina B6

As vitaminas são essenciais para a manutenção da saúde e o bom
funcionamento do nosso organismo, já que elas contribuem para os
processos químicos de mais de sessenta enzimas, afetando de maneira
significativa o metabolismo. O impacto das vitaminas é tamanho que elas
são capazes de contribuir para a prevenção de mais de cem doenças,
incluindo as doenças cardíacas, doenças neurológicas, depressão e até
mesmo a tensão pré-menstrual (TPM).

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

formas de tratar naturalmente a disfunção erétil


----------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------------------------

formas de tratar naturalmente a disfunção erétil


disfunção erétil é um problema sério e muito incômodo, que não só compromete o desempenho sexual, como também o bem-estar e a autoestima masculina. Isso significa que a impotência tem desdobramentos físicos e emocionais, gera insatisfação, constrangimento e pode até impactar negativamente o relacionamento dos casais. A boa notícia é que tanto a disfunção leve, como a moderada e a severa, podem ser tratadas e curadas.
Ao contrário do que muitos pensam, a disfunção erétil definitivamente não põe fim à vida sexual (prazerosa) de um homem. Com terapias, medicamentos, mudanças de hábito e até mesmo remédios naturais, dá para amenizar ou eliminar o problema. Duvida? Então veja quatro formas de tratar naturalmente a disfunção erétil, lembrando que os métodos listados abaixo atuam como coadjuvantes no tratamento e oferecem uma melhora momentânea.

Melhorar a alimentação ajuda a combater a impotência

Na disfunção erétil física, a circulação sanguínea fica comprometida e não consegue fluir normalmente até o pênis. Uma forma de reverter esse problema naturalmente é melhorar a alimentação e procurar diminuir os níveis de gordura no sangue. É uma medida simples, mas que realmente pode fazer a diferença no desempenho sexual.

Tomar chás afrodisíacos também pode auxiliar no tratamento

Apostar em ingredientes energéticos e afrodisíacos para preparar infusões também é uma solução que ajuda (minimamente) quem sofre com impotência sexual. De acordo com especialistas, misturar catuaba e chapéu de couro ativa a circulação da região do pênis. Além disso, os chás de mel com guaraná e ginseng, cipó-cravo, gengibre, marapuama também são boas escolhas para aumentar a duração da ereção e possibilitar a penetração.

Diminuir a carga no trabalho e tentar relaxar evita a impotência sexual psicológica

Problemas financeiros, sobrecarga no trabalho, discussões em família, trânsito caótico, excesso de cobranças – tudo isso afeta a parte emocional e psicológica do homem, refletindo também em sua vida sexual.
Para evitar a disfunção erétil causada por fatores emocionais, diminua a carga de trabalho, separe um tempo para si mesmo, procure se exercitar, aproveite suas folgas, dedique-se aos seus hobbies e busque mais qualidade de vida.

A suplementação natural é recomendada em alguns casos

Outra boa maneira de tratar naturalmente a impotência sexual é investir em suplementos naturais, como por exemplo, o aminoácido arginina, os bioflavonoides, o zinco, a vitamina C, a vitamina E, entre outros. O ideal é que você evite a automedicação e que a suplementação seja prescrita por um especialista.
E aí, você gostou do nosso artigo? Essas informações vão te ajudar? Comente! Ah, e não se esqueça que adoção desses tratamentos naturais para disfunção erétil não substitui o acompanhamento especializado em uma boa clínica especializada em saúde sexual masculina. O auxílio médico é essencial para a cura completa e permanente da disfunção erétil, até porque, a melhora  do desempenho sexual não depende unicamente do uso de géis,  chás, cremes, sprays e comprimidos. Para tratar a impotência de maneira mais efetiva, as consultas médicas, a terapia e a mudança de hábitos é crucial. Fica a dica!

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

lesoes penianas


----------------------------------------------- ------------------------------------------------------------------------------------------ Foliculite: a região genital é rica em pêlos, que quando se inflamam provocam a foliculite. O que se vê é uma pequena lesão avermelhada e dolorosa na base do pêlo, podendo ser única ou múltipla. Pode ocorrer resolução espontânea ou pedir uso de antibióticos tópicos e/ou sistêmico. 

- Condiloma acuminado: causado pela infecção do vírus HPV, é de transmissão sexual. Caracteriza-se pelo aparecimento de uma ou mais lesões em qualquer lugar da região genital ou anal, sendo mais comumente vistas no pênis. As lesões são como verrugas, de aspecto rugoso e de tamanho variado. O tratamento se faz de várias maneiras, desde medicações tópicas até cauterização elétrica. 

No seu caso, o melhor a fazer é procurar o urologista para que o correto diagnóstico seja feito e, com isso, o tratamento adequado seja administrado. 

Juliano Plastina, urologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia
Sexualidade - Folha de Londrina

Doenças do pênis quais são as mais comuns e como elas se manifestam






Sindrome do Intestino irritável - como tratar








Sintomas Da Síndrome Do Intestino Irritável

A síndrome do intestino irritável é diagnosticada quando os sintomas digestivos incômodos têm sido experimentados por pelo menos três a seis meses.
A maioria das pessoas têm momentos de dor no estômago, dificuldade para ir ao banheiro ou fezes com aspecto diferente do que o habitual, por isso a duração dos sintomas da síndrome do intestino irritável é um importante fator distintivo.
Além da duração, a frequência dos sintomas também diz muito. Para que alguém tenha síndrome do intestino irritável, os sintomas devem estar presentes pelo menos três dias por mês e, muitas vezes, muito mais do que isso.
Para algumas pessoas, vários sintomas da síndrome podem ocorrer juntos, enquanto para outros apenas um ou dois sintomas se manifestam com mais intensidade.
Os sintomas mais comuns da síndrome do intestino irritável incluem (3):
>> Alterações nos movimentos intestinais normais, incluindo constipação e diarreia. Algumas pessoas tendem a experimentar constipação ou diarreia mais frequentemente do que outros, mas também é possível ter episódios de ambos;
>> Alterações na aparência de fezes, incluindo textura e cor;
>> Inchaço do estômago;
>> Gás e arrotos;
>> Dores abdominais e cólicas;
>> Náusea, azia ou refluxo ácido;
>> Perda de apetite.
O alívio dos sintomas geralmente ocorre para a maioria das pessoas após ir ao banheiro.
Embora estes não sejam “problemas digestivos”, os seguintes sintomas também estão frequentemente presentes em pessoas com síndrome do intestino irritável (4):
>> Ansiedade ou depressão;
>> Problemas para dormir e fadiga;
>> Dores de cabeça;
>> Gosto desagradável na boca;
>> Dores musculares, especialmente na parte inferior das costas;
>> Problemas sexuais, incluindo redução do desejo sexual;
>> Palpitações cardíacas;
>> Vontade frequente de urinar.
Fique atento a esses sinais e procure orientação médica.

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

ACABE DE VEZ COM ODOR VAGINAL,MAU HÁLITO,MICOSES,FRIEIRAS,CANDIDIASE POR...










$00.00
Descriptions…

Lista de Remédios para Emagrecer mais usados no Brasil


Lista de Remédios para Emagrecer mais usados no Brasil
  • Sibutramina. Esse é um dos mais vendidos no Brasil. ...
  • Plano Detox Caps. O Plano Detox Caps é um remédio natural para emagrecer, com ele é possível perder até 10 kg em apenas 1 mês. ...
  • Xenical. ...
  • Fluoxetina. ...
  • Quitosana. ...
  • Propolene. ...
  • Hydroxycut. ...
  • Bupropiona.
----------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------------------------Lista de Remédios para Emagrecer mais usados no Brasil

Lista de Remédios para Emagrecer mais usados no Brasil
  • Sibutramina. Esse é um dos mais vendidos no Brasil. ...
  • Plano Detox Caps. O Plano Detox Caps é um remédio natural para emagrecer, com ele é possível perder até 10 kg em apenas 1 mês. ...
  • Xenical. ...
  • Fluoxetina. ...
  • Quitosana. ...
  • Propolene. ...
  • Hydroxycut. ...
  • Bupropiona.

------------------------------Lista de Remédios para Emagrecer mais usados no Brasil
  • Sibutramina. Esse é um dos mais vendidos no Brasil. ...
  • Plano Detox Caps. O Plano Detox Caps é um remédio natural para emagrecer, com ele é possível perder até 10 kg em apenas 1 mês. ...
  • Xenical. ...
  • Fluoxetina. ...
  • Quitosana. ...
  • Propolene. ...
  • Hydroxycut. ...
  • Bupropiona.
------------------------------

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Pílula do câncer (Fosfoetanolamina Sintética) DOCUMENTARIO








 

Segundo a legislação, para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária reconheça uma droga como um medicamento legal, permitindo assim sua fabricação e comercialização, é preciso que o produto, através de comprovação científica e de análise, “seja reconhecido como seguro e eficaz para o uso a que se propõe, e possua a identidade, atividade, qualidade, pureza e inocuidade necessárias”.
Tratando-se de um medicamento novo, é exigido que sejam oferecidas “amplas informações sobre a sua composição e o seu uso, para avaliação de sua natureza e determinação do grau de segurança e eficácia necessários”. Essa aprovação só pode ser alcançada após a realização de testes em seres humanos, que servirão como base para a comprovação de que os benefícios do medicamento superam seus eventuais riscos.
A complexidade de formas, variações, reações e transformações através das quais uma doença como o câncer se manifesta torna improvável a ideia uma cura definitiva para essa doença. Ainda assim, a fosfoetanolamina, composto químico sintetizada por um brasileiro, que supostamente possui função antitumoral, apresentando resultados relevantes no combate ao câncer, tem colocado a comunidade médica e os pacientes em natural polvorosa.
Um tratamento menos invasivo e debilitador, levando quem sabe à cura dessa doença, pode estar na esquina da história, aguardando somente o cumprimento desses testes e burocracias para poder ser enfim colocado no mercado e na corrente sanguínea dos que mais precisam.
remédio_cecília bastos
Foto © Cecília Bastos
A fosfoetanolamina é um composto orgânico, presente no organismo de diversos mamíferos, que ajuda a formar as membranas celulares e possui ainda função sinalizadora, informando ao organismo processos e situações atravessadas pelas células.
No final da década de 1980, uma versão artificial desse composto foi sintetizada pelo químico Gilberto Orivaldo Chierice, então professor do Instituto de Química de São Carlos (IQSC), hoje aposentado. Por sua alegada eficiência em combater, reduzir e até curar tumores, naturalmente que a procura pela droga por pacientes foi desde então intensa.
Rogério_Cassmiro_Época
O químico Gilberto Chierice. Foto © Rogério Cassimiro/ Revista Época
Por mais de 20 anos, o químico distribuiu gratuitamente e por iniciativa própria a fosfoetanolamina para diversos pacientes que, em sua maioria, relataram melhoras significativas e até a cura da doença. Uma portaria da USP, universidade a qual o IQSC é ligado, no entanto, proibiu em 2014 a distribuição do medicamento, justamente pela falta de testes, pesquisas, registro e autorização da Anvisa.
A universidade afirmou não possuir meios para a realização dos testes nem para a produção em larga escala. Desde então, diversas liminares foram concedidas pela justiça para permitir a pacientes o acesso ao medicamento. Contudo, a fosfoetanolamina não possui registro na Anvisa e, por isso, ainda não pode ser comercializada no Brasil.
PatrickRodrigues
Fórmula. Arte © Patrick Rodrigues
Trata-se de um dilema labiríntico e angustiante para os que têm pressa de cura. Para conseguir o registro e, assim, sua autorização, o medicamento precisa ter sido testado tanto em não humanos quanto em humanos, e cumprir uma série de exigências e procedimentos documentais. É claro que tais processos possuem fundos sanitários e de segurança importantíssimos, mas sua realização pode ser demorada e caríssima. Sem tais testes, no entanto, é impossível afirmar com segurança que um medicamento seria realmente eficiente, e que não seria uma ameaça para pacientes em estado terminal, por exemplo.
TABELA
Fonte: Revista Época. Arte © Vitor Paiva
Segundo entrevista do próprio Chierice a EPTV, filiada da Rede Globo, a substância não teria ainda chegado ao mercado por má vontade das autoridades. O químico afirma que procurou por diversas vezes a Anvisa, que alegou que faltavam dados clínicos em sua pesquisa, já publicada em diversas das principais revistas científicas do mundo.
A ausência de dados clínicos, segundo ele, não impediu que outros medicamento fossem aprovados no Brasil. “Essa é a alegação de todo mundo, mas está cheio de remédios nesse país que não tem dados clínicos”, afirma o cientista. A agência nega qualquer contato por parte de Chierice.
EPTV
Gilberto Chierice. Foto: reprodução EPTV
Uma das consequências apontadas por Chierice dessa demora será o interesse de outros países pelo desenvolvimento do remédio. “Nós poderemos ter que comprar esse medicamento a custo de mercado internacional”, diz Chierice. “Mas, se não for possível aqui, a melhor coisa é outro país fazer, porque beneficiar pessoas não é por bandeira”, afirma, para em seguida categoricamente enunciar que a fosfoetanolamina é sim uma possível cura para o câncer.
TABELA2
Fonte/Arte © Jornal de Santa Catarina
É inevitável cogitar sobre interesse escusos de grandes laboratórios em impedir o surgimento de um medicamento que torne obsoletos os caríssimos tratamentos contra o câncer já aprovados e utilizados não só no Brasil, como em todo mundo, ameaçando as gigantescas cifras da chamada “indústria do desespero”. Mexer com tais valores, especialmente em um mercado tão urgente e, ao mesmo tempo, de fiscalização tão técnica e especializada (deixando qualquer aval, proibição, ou até mesmo entendimento real nas mãos das agências e especialistas), é necessariamente adentrar um processo caudaloso.
Negar o poder de fogo do lobby da indústria farmacêutica seria ingenuidade leviana em questão tão sensível para a população – o que pode natural e intuitivamente nos levar a questionar inclusive os métodos da Agência para a aprovação de um novo medicamento.
IQSC_divulgação
Em cima: o Instituto de Química de São Carlos (IQSC); Embaixo: Fila de interessados no remédio. Divulgação.
Segundo o testemunho de uma pessoa que preferiu não se identificar (parente de uma paciente de câncer, que chegou a utilizar o medicamento, também apresentando melhoras significativas), o acesso à fosfoetanolamina hoje enfrenta problemas similares a qualquer produto vendido pelo mercado negro. “O custo é alto e sem controle, e os riscos envolvem não só a ameaça pela qualidade do produto, como pela ilegalidade e o perigo do roubo e da violência, visto que o interesse pelo remédio por parte da população é imenso”. A incidência de roubos seria proporcional ao interesse e ao alto custo da medicação.
Na internet são diversos os relatos de pessoas que, mesmo com liminares para o recebimento do medicamento, tiveram dificuldades em retirar o produto nos correios ou mesmo em encontrar a encomenda.
Protesto_divulgação2
Manifestações na internet e nas ruas pela liberação da Fosfo. Divulgação.
Em nota técnica emitida em 2015, a Anvisa esclarece que não há qualquer registro concedido ou pedido de registro sequer para medicamentos com o princípio ativo fosfoetanolamina, nem mesmo para fins de pesquisa envolvendo seres humanos. Assim, a agência não poderia reconhecer, “por absoluta falta de dados científicos”, segundo a nota, a eficácia da fosfoetanolamina para o tratamento do câncer, e por isso não recomenda o uso ou muito menos a substituição de tratamentos já prescritos e estudados por um medicamento ainda não avaliado.
São diversas as academias de medicina, profissionais e entidades especializadas que se posicionam de forma semelhante, não recomendando o uso de uma substância sem que ela tenha sido devidamente testada e aprovada pela Anvisa.
Protesto_youtube
Protestos via youtube pela liberação do remédio. Reprodução YouTube.
Alguns relatos sobre o efeito da droga, no entanto, podem ser lidos até mesmo pelo Facebook. Uma usuária, moradora da Alemanha, conta através de um post que recebeu a doação da USP e, “para total espanto dos médicos, o tumor regrediu 3 cm e eu senti melhor do que nunca”.
Segundo a postagem, seu ânimo e apetite melhoraram sensivelmente, e seu médico alemão teria recomendado que ela continuasse o tratamento. Ela, entretanto, afirma que não pôde mais receber o medicamento e, com isso, o tumor teria voltado a crescer. “Minha única chance atualmente é a Fosfo”, ela escreve. “Minha vida está nas mãos de quem pode ou não liberar as liminares e aumentar a produção”.
post
post2 post3
Posts retirados do Facebook sobre o uso do medicamento.
Diante do impasse, os governos dos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul informaram que realizarão os testes que faltam para a conclusão da pesquisa.
Enquanto isso, alguns deputados mineiros estão se mobilizando para transformar Belo Horizonte no primeiro polo produtor do medicamento. A movimentação pela agilização do processo vem também do próprio Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, que liberou R$ 10 milhões para que pesquisas possam ser concluídas em um período de dois anos, a fim de determinar a eficácia e a segurança do uso da substância. A empreitada mineira será uma parceria entre a USP e a Fundação Ezequiel Dias, a Funed, que, se tudo der certo, segundo a própria fundação em reportagem para O Globo, começará a produção do medicamento em março, com distribuição para todos os estados do Brasil.
remédios_EPTV
O medicamento. Reprodução EPTV.
Em São Paulo, os testes serão realizados em cinco hospitais da rede estadual, com participação de até 1000 pacientes. Segundo David Uip, secretario estadual de saúde do estado, em paralelo à elaboração dos padrões para a realização dessas pesquisas, será enviada uma solicitação à USP e a Gilberto Chierice, pois a fosfoetanolamina é uma droga patenteada por Chierice. Os critérios para a seleção de pacientes envolvidos na pesquisa ainda não foram divulgados, mas a ideia é contemplar diversos tipos da doença, para justamente medir a atuação do medicamento sobre as variações de atuação do câncer no corpo humano.
O fato é que, para além de nossas esperanças e nossos desejos, até que se realizem tais testes, a fosfoetanolamina é somente uma promessa aparentemente boa mas ainda muito arriscada e perigosa. Se essa é uma falsa promessa ou se o medicamento se tornará de fato um marco ou até mesmo o ponto de chegada na busca pela cura do câncer, isso só os resultados desses testes poderão responder. Mas é fundamental que os motivos, os processos e as decisões ao redor da avaliação do medicamento sejam objetivos e transparentes.
Da mesma forma, é de suma importância que as razões de ser de qualquer que seja cada decisão tomada pela Anvisa e pelos laboratórios e instâncias governamentais envolvidas daqui pra frente se deem não em nome do dinheiro ou do poder, mas sim, das conquistas científicas e do bem estar da população como um todo – independentemente da aprovação ou não do medicamento.
remédio_div
Fosfoetanolamina. Divulgação USP.
Veja abaixo a reportagem do Domingo Espetacular, da Rede Record, sobre o medicamento, e outros vídeos sobre o tema:
Fosfoetanolamina: a droga brasileira que promete curar o câncer

 

 

 

 

 

 

 

 

 

depoimentos de pessoas que foram curadas com a fosfoetanolamina





Relato de caso número 1

Relato de caso número 2

Relato de caso número 3

Relato de caso número 4

Relato de caso número 5

Relato de caso número 6

Relato de caso número 7

Relato de caso número 8

Relato de caso número 9

Relato de caso número 10

Relato de caso número 11

Relato de caso número 12

Relato de caso número 13

Relato de caso número 14

Relato de caso número 15

Relato de caso número 16

Relato de caso número 17

Relato de caso número 18

Relato de caso número 19

Relato de caso número 20

Relato de caso número 21

Relato de caso número 22



Relato de caso número 23
Relato de caso número 24

Relato de caso número 25

Relato de caso número 26

Relato de caso número 27

Relato de caso número 28

Relato de caso número 29


Relato de caso número 30


ara ler a nota de esclarecimento do ISQC, clique aqui. Para ler o portal da Anvisa sobre a Fosfoetanolamina, clique aqui.
O Hypeness já falou em reportagem recente sobre outros avanços no combate ao câncer. Relembre aqui.

Os Herdeiros da Pílula do Câncer

reabilitação,quimica,engravida,criança,emagrecer,obsidade

---------------------------------- ----------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------------------------

emagrecer,dieta,abnoplastia,

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs

a cura

As receitas e dicas aqui dispostas são uma orientação, prática e fácil, àqueles que desejam utilizar de plantas e ervas que estão a disposição de todos. Portanto, o conteúdo que aparece no Receita Natural NÃO oferece uma alternativa segura contra doenças, são apenas de caráter informativo ou complementar. Sempre procure um médico ou especialista para um diagnóstico preciso e um tratamento correto para seu caso.