acura atraves da natureza

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Bronquite

Tratamentos caseiros para Bronquite


Chá com mel alho e limão:

Coloque meio limão e 2 dentes de alho picados em 150 ml (uma chávena de chá) de água e ponha ao lume. Deixe ferver 2 ou 3 minutos. Adoce com mel e dê uma colher de sopa, de hora a hora, ou quando houver crises.


Beterraba e açúcar mascavado:

Laranjas, Gripe, Tosse, Bronquite



Receita para curar a tosse e a bronquite:


1 laranja grande, inteira: com casca.

1 cerveja preta, 330 ml

250 gr de açúcar mascavado

Juntar tudo, levar ao lume e deixar ferver até "cozer" a laranja. Depois tritura-se tudo e vai-se tomando às colheradas (de cada vez que a tose ataca)

Nota:

Por experiência própria posso garantir que resulta, principalmente se, ao mesmo tempo, tomar umas gotas de própolis, para acelerar a cura da inflamação brônquica (bronquite).



Outra receita:



Tratamento de choque para gripe:

Juntar uma colher de sopa de mel ao sumo de 5 laranjas, Amornar (aquecer ligeiramente), e tomar.

Deve tomar-se morno porque a temperatura favorece a actividade do preparado.


Para a gripe também se usa, com excelentes resultados, o sumo feito com laranjas e maçãs (ou os 2 sumos, o de laranja e o de maçã, tomados juntos)
Descascar a beterraba e cortar em rodelas. Colocar, num frasco ou tijela, uma camada de rodelas de beterraba e cobrir com uma camada de açúcar mascavado; e assim sucessivamente até esgotar a beterraba. O xarope fica pronto em poucas horas. Dar uma colher de sopa (ou de chá conforme a idade) sempre que haja crises, ou de hora a hora.

Própolis (ou propolis), Uso Medicinal

Própolis. Uso medicinal


(diz-se: O própolis ou A própolis. Entre nós é conhecido como O própolis ou propolis; no Brasil diz-se A própolis)

Própolis é uma substância produzida pelas abelhas maioritariamente formada por ceras e resinas. As abelhas colhem as resinas dos rebentos das plantas. O Própolis resulta da acção da saliva das abelhas sobre essas resinas e é usado para recobrir as entradas das colmeias, onde age como protector contra fungos e bactérias e para proteger do frio.

O própolis tem consistência viscosa e a sua cor, sabor e aroma variam de acordo com sua origem botânica; isto é: com o tipo de flora da zona onde se encontra a colmeia.

Diz-se que o nome desta substância, Própolis, ou Propolis, provem de Pro Pólis a que se atribui o significado: Defesa da população (defesa ou protecção da cidade segundo outras versões)

O (ou a) Própolis tem vindo a ser utilizada, desde a antiguidade, como medicamento popular no tratamento de feridas e infecções. As histórias das medicinas das civilizações Chinesa, Tibetana, Egípcia e também a Greco-Romana são ricas em referências ao Própolis; Todas contêm, nos seus escritos antigos, centenas de receitas onde entram principalmente mel, própolis, larvas de abelhas e, às vezes, as próprias abelhas, para curar ou prevenir enfermidades.

O própolis foi redescoberto recentenmente e reconhecido como um poderoso antibiótico natural, usao para tratar feridas, problemas da boca e garganta



Composição do Própolis

• Resinas vegetais e bálsamos: 50 a 55%

• Cera de abelha: 30%

• Óleos essenciais: 8 a 10%

• Pólen: 5%

Já foram identificados mais de 200 compostos químicos, no própolis. Entre os principais compostos activos podemos citar os compostos flavonóides, ácidos aromáticos, terpenóides, aldeídos, álcoois, ácidos alifáticos e ésteres, aminoácidos, esteróides, açúcares, etc

São encontrados também, na composição química do própolis: vitaminas, antibióticos, enzimas e minerais (alumínio, cálcio, estrôncio, ferro, magnésio, silício, titânio, bromo e zinco).

Propriedades e Aplicação:

• Propriedades

o 1 Antimicrobiana

o 2 Antifúngica

o 3 Antivirótica

o 4 Antiprotozoário

o 5 Bactericida e bacteriostática

o 6 Anestésica

o 7 Antiinflamatória

o 8 Antioxidante[5]

o 9 Estimulante sexual

o 10 Cicatrizante e regeneração de tecidos

o 11 Anti-sépticas e hipotensivas

o 12 Tratamento de gengivites

o 13 Atividade hepatoprotetora e agente anti-úlceras

o 14 Estimuladora do sistema imunológico

o 15 Ação inibidora na multiplicação de células tumorais

. Aplicações

O própolis é muito utilizado como medicamento popular no tratamento de várias enfermidades. Há quem o use principalmente com a função de fortalecer o sistema imunológico, actuando na prevenção — e, em alguns casos, na cura — de diversas doenças. Diversos Estudos comprovam as suas propriedades biológicas e terapêuticas:

• Cura várias infecções como: estomatite, amigdalite, gengivite e hemorróidas.

• Fortalece a acção imunológica dos linfócitos, estimula o organismo enfraquecido e reduz efeitos colaterais de anticancerígenos e radioterapia.

• Previne e trata pneumonia crônica e bronquite infantil.

• Trata queimaduras graves e outras doenças dermatológicas, manchas na pele além de agir sobre o sistema capilar. (pode ser misturado no champô ou condicionador)

• Trata doenças das vias respiratórias e urinárias.

• Age como antioxidante.

• Actua como estimulante natural das defesas. É muito útil para quem sofre de fadiga frequente e baixa imunidade.

• Age como bactericida, cicatrizante e anti-séptico.

• Possui diversas propriedades terapêuticas por acção dos seus flavonóides
A própolis pode ser utilizada na forma líquida (extracto) ou misturado com outros produtos: pomada, etc. Para aplicação tópica. Para a prevenção de doenças e fortalecimento de sistema imunológico é aconselhável tomar de 10 a 15 gotas de extracto de Própolis, diariamente.

Podem colher-se muitos testemunhos que atestam a eficácia do Própolis nas mais variadas utilizações.

Há casos de crianças “sentenciadas” para operar as amígdalas que se curam (e dispensam a operação) quando tratadas com própolis.

Portanto, se for afectado por gripe, bronquite, ou outras doença citada, use própolis.


deixe seu recardo aqui

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget